Raphael Rezende - Reprodução
Raphael RezendeReprodução
Por O Dia
Rio - O comentarista Raphael Rezende, do Grupo Globo, deu uma entrevista surpreendente ao portal "UOL". Ele afirmou que tem o desejo de trabalhar como dirigente e que aceitaria deixar a TV para se aventurar na nova empreitada profissional.
Publicidade
"Eu sei que o mercado é até muito mais complexo do que o do jornalismo, mas eu me vejo, por exemplo, ali na frente, pensando em uma oportunidade de aplicar o que eu acredito dentro de um clube. Pode ser em um clube buscando recuperação, vindo de baixo para cima, um projeto novo como é de clube-empresa no Brasil e que tem boas referências —tem um pensamento diferente com decisões mais técnicas— ou um gigante sofrendo. Enfim, as formas são diversas. Eu não tenho esse caminho bem definido até porque não sei quais portas se abrirão, mas hoje eu acredito, eu penso um pouco mais nisso, em deixar a teoria um pouco de lado e tentar aplicar. Claro que depende de entorno, de uma série de coisas", afirmou Raphael.
O jornalista, no entanto, admite que seria uma decisão difícil, já que possui uma estabilidade na carreira jornalística com sua função no SporTV, o que dificilmente encontraria na carreira como dirigente.
Publicidade
"São carreiras muito distintas no que diz respeito ao nosso cenário. O jornalismo está passando por uma transformação. No meu trabalho, a gente tem uma estabilidade que é totalmente distinta do que é o mercado de maneira geral. Isso não existe no futebol. Então é uma transformação também pessoal. Seria uma vida muito diferente se eu desse um passo como esse", completou.