A bola do Carioca 2021 será sustentável  - Divulgação Ferj
A bola do Carioca 2021 será sustentável Divulgação Ferj
Por O Dia
O Campeonato Carioca 2021 terá uma novidade e que influencia diretamente no meio ambiente. A bola da competição será revestida por tecido obtido através da reciclagem de garrafas PET, e será a primeira de futebol profissional do mundo com apelo sustentável. O produto foi industrializado pela marca Penalty.
Testada e aprimorada junto ao IPT, Instituto de Pesquisas Tecnológicas, e certificada pela FIFA, a S11 Ecoknit apresenta na superfície externa uma gravação que auxilia o produto a ter uma melhor aerodinâmica durante o voo. Por dentro, é composta por uma câmara 6D que proporciona equilíbrio total à bola e camada de NEOTEC que a torna menos contundente sem perder elasticidade. Para a união dos 14 gomos com a estrutura interna, a Penalty utiliza a exclusiva tecnologia Termotec, de termo fusão, que garante 0% absorção de água e mantém as propriedades de peso e velocidade da bola mesmo em condições de chuva forte.

Para a edição 2021, a bola recebeu camadas extras de proteção: UV, para não amarelar com o sol, e impermeabilização do tecido, para que a S11 Ecoknit se mantenha limpa durante todo o jogo. O design foi desenvolvido para destacar a visibilidade em campo e nas câmeras, apresentando fundo branco e grafismos em preto e roxo. O símbolo da reciclagem vem estilizado na cor vermelha, uma alusão ao plástico no sistema de coleta seletiva.

“Citando uma expressão popular, o futebol carioca está de bola cheia com a retomada da parceria com a Penalty. Tenho certeza de que será longa e vitoriosa”, afirma Rubens Lopes, presidente da FERJ.
Publicidade