Winner Mercedes' British driver Lewis Hamilton celebrates on the podium after the Turkish Formula One Grand Prix at the Intercity Istanbul Park circuit in Istanbul on November 15, 2020. (Photo by TOLGA BOZOGLU / POOL / AFP) - AFP
Winner Mercedes' British driver Lewis Hamilton celebrates on the podium after the Turkish Formula One Grand Prix at the Intercity Istanbul Park circuit in Istanbul on November 15, 2020. (Photo by TOLGA BOZOGLU / POOL / AFP)AFP
Por O Dia
Lewis Hamilton agora é 'Sir" Lewis Hamilton. O heptacampeão mundial de Fórmula 1 celebrou nesta quarta-feira mais um "título" especial em sua carreira. Mas não foi dentro das pistas, mas sim fora delas. O piloto da Mercedes foi condecorado na lista de honras de Ano Novo da Rainha Elizabeth II como "Cavaleiro do Império Britânico".
Com a honraria, Hamilton passa a ser um dos poucos britânicos com o título real na Fórmula 1. Além dele, nomes como Jackie Stewart, Stirling Moss, Frank Williams e Patrick Head também receberam o título. Jack Brabham, australiano, também teve essa honra, já que o país integra a Comunidade Britânica de Nações.
Publicidade
"Lewis é um verdadeiro gigante de nosso esporte e sua influência é imensa tanto dentro quanto fora do carro", elogiou Stefano Domenicali, diretor-executivo da Fórmula 1 e ex-chefe de equipe da Ferrari. "O que ele alcançou é fenomenal, ainda com mais coisas a vir. Todos nós na Fórmula 1 parabenizamos ele por esse merecido reconhecimento de seus feitos e estamos ansiosos para vê-lo brilhar em 2021", acrescentou.
Hamilton faz parte de uma lista de personalidades que receberão honrarias da realeza britânica. A relação ainda conta com nomes como Jimmy Greaves, Ron Flowers (ex-jogadores da seleção inglesa de futebol) e Anne Keothavong (ex-tenista, atual capitã da equipe britânica na Billie Jean King Cup), entre outros destaques esportivos.
Publicidade
Em 2020, o britânico de 35 anos se tornou o piloto de maior sucesso na Fórmula 1 ao igualar o recorde de sete títulos mundial de Michael Schumacher e ultrapassar as 91 vitórias do alemão - encerrou a temporada com 95. Único piloto negro do esporte, Hamilton também tem usado a sua imagem para fazer campanha pela diversidade e falar contra a injustiça racial.