Após um mês afastado dos gramados, Neymar reforça o PSG na final da Supercopa da França - AFP
Após um mês afastado dos gramados, Neymar reforça o PSG na final da Supercopa da FrançaAFP
Por O Dia
Paris - Após um mês longe dos gramados, Neymar, recuperado de uma lesão no tornozelo esquerdo, reforçará o Paris Saint-Germain na decisão da Supercopa da França contra o Olympique de Marselha, nesta quarta-feira, às 17h, no Estádio Bollaert-Delelis, em Lens. O técnico argentino Mauricio Pochettino confirmou a volta do camisa 10, mas não garantiu a sua escalação como titular.
Neymar voltou aos treinamentos apenas esta semana. Alvo de críticas pelos 'excessos' nas festas de fim e na virada do ano no Brasil, o atacante focou na recuperação na volta a Paris. Além do camisa 10, o zagueiro francês Kimpembe, o volante português Danilo Pereira e o apoiador argentino Leandro Paredes foram liberados pelo departamento médico do clube e estão à disposição para a decisão.
Publicidade
"Sim, Neymar está disponível e muito contente por treinar com o grupo. Só que decidiremos amanhã (nesta quarta-feira) se ele vai jogar ou não, pode ser na reserva", disse o treinador do PSG.
A dúvida de Pochettino alimentada pelo período de inatividade de Neymar. Como a decisão da Supercopa da França é disputada num único jogo, o treinador, em caso de empate no tempo regulamentar, teria boas opções se a disputa do título se estenda até a prorrogação e penalidades. O treinador manteve o mistério em relação a escalação de Kylian Mbappé. Na ausência de Neymar, o camisa 7 assumiu a referência ofensiva, mas tem se queixado de cansaço
Publicidade
"É a mesma situação do Neymar, vamos aguardar para decidir. Estamos pensando nas melhores alternativas de como colocar a equipe em campo", destacou Pochettino.
Neymar jogou pela última vez no dia 13 de dezembro, na derrota para o Lyon, pelo Campeonato Francês. Ele sofreu uma entrada dura do também brasileiro Thiago Mendes. O volante chegou a sofrer ameaças pela internet por conta da dividida e foi suspenso por três rodadas. Com 12 jogos na temporada pelo Paris Saint-Germain, Neymar marcou nove gols e deu cinco assistências.