Brazil's Marquinhos reacts during the 2022 FIFA World Cup South American qualifier football match against Bolivia at the Neo Quimica Arena, also known as Itaquerao, in Sao Paulo, Brazil, on October 9, 2020, amid the COVID-19 novel coronavirus pandemic. (Photo by Buda Mendes / POOL / AFP) - AFP
Brazil's Marquinhos reacts during the 2022 FIFA World Cup South American qualifier football match against Bolivia at the Neo Quimica Arena, also known as Itaquerao, in Sao Paulo, Brazil, on October 9, 2020, amid the COVID-19 novel coronavirus pandemic. (Photo by Buda Mendes / POOL / AFP)AFP
Por O Dia
Rio - Quando chegou ao Paris Saint-Germain em 2013, o zagueiro Marquinhos realizou um antigo sonho e adquiriu uma Ferrari no valor de R$ 1,2 milhão. No entanto, em entrevista ao site "So Foot", ele revelou que não tem o costume de dirigir o veículo.
"Comprei quando cheguei ao PSG, mas uso muito pouco. Não gosto de dirigir. Só pego no Ferrari se estiver com a família ou amigos. Sempre quis jogar em um grande clube e comprar um bom carro. Por isso, o dia que comprei o Ferrari foi histórico para mim, disse para mim mesmo: 'Você conseguiu'", declarou o defensor.