Djokovic tem 18 títulos de Grand Slam na carreira
Djokovic tem 18 títulos de Grand Slam na carreiraThomas SAMSON/AFP
Por ESTADÃO CONTEÚDO
O sérvio Novak Djokovic fez história mais uma vez nesta segunda-feira (8). O tenista de 33 anos se tornou o maior número 1 do mundo na história de 48 anos do ranking da ATP. Ele alcançou a sua 311ª semana na primeira colocação, deixando para trás o suíço Roger Federer com 310, e agora é isolado aquele que mais tempo liderou o circuito profissional masculino.
Campeão do Aberto da Austrália pela nona vez na carreira no mês passado, Djokovic tem 18 títulos de Grand Slam e detém um recorde de 36 troféus de torneios da série Masters 1000. Ele alcançou a liderança no ranking da ATP pela primeira vez em 4 de julho de 2011 e, desde então, se manteve na ponta em cinco passagens diferentes.
Publicidade
"Realmente me emociona trilhar o caminho de lendas e gigantes deste esporte. Saber que ganhei meu lugar entre eles por seguir meu sonho de infância é uma bela confirmação de que quando você faz as coisas por amor e paixão, tudo é possível", disse o sérvio em entrevista ao site oficial da ATP.
Djokovic assumiu a liderança pela última vez em 3 de fevereiro de 2020 e desde então seguiu comandando a lista da ATP. Neste período, não somou as semanas entre 23 de março e 23 de agosto, quando o ranking esteve congelado pela paralisação do circuito profissional provocada pela pandemia do novo coronavírus.
Publicidade
Confira o ranking da ATP:
1º - Novak Djokovic (SER) - 12.030 pontos
2º - Rafael Nadal (ESP) - 9.850
3º - Daniil Medvedev (RUS) - 9.735
4º - Dominic Thiem (AUT) - 9.125
5º - Stefanos Tsitsipas (GRE) - 6.660
6º - Roger Federer (SUI) - 6.630
74º - Thiago Monteiro (BRA) - 954
124º - Thiago Wild (BRA) - 605
203º - João Menezes (BRA) - 353