Lewis Hamilton na pista de Montmeló, em Barcelona, no primeiro dia de treinos do GP da Espanha
Lewis Hamilton na pista de Montmeló, em Barcelona, no primeiro dia de treinos do GP da EspanhaAFP
Por ESTADÃO CONTEÚDO
A Mercedes dominou, mais uma vez, o primeiro dia de atividades de pista para o GP da Espanha, a quarta etapa da temporada 2021 da Fórmula 1. Nesta sexta-feira (7), o finlandês Valtteri Bottas foi o mais rápido no primeiro treino livre e, à tarde (horário local), o inglês Lewis Hamilton foi o melhor da segunda sessão, e de todo o dia, cravando o tempo com 1min18s170 na melhor de suas 32 voltas pelo circuito de Montmeló, em Barcelona.
O heptacampeão mundial foi o mais rápido no segundo treino livre usando pneus macios e viu seu companheiro de equipe ficar na segunda colocação, desta vez 0s139 atrás (1min18s309). A Red Bull, habitual concorrente nesta temporada, teve um desempenho bastante estranho para seu potencial em termos de volta lançada. O holandês Max Verstappen, na sua única simulação de classificação com pneus macios, cometeu um erro na curva 10 e teve de se contentar com o nono melhor tempo, 0s615 atrás (1min18s785) da marca registrada por Hamilton.
Publicidade
O mexicano Sergio Pérez foi ainda pior nesta sexta-feira. Ainda que tivesse lidado com algum tráfego durante sua volta rápida, o segundo piloto da Red Bull ficou apenas com a 10ª posição, 0s748 mais lento que o líder.
A segunda sessão de treinos livres reservou bons destaques. O monegasco Charles Leclerc, com a Ferrari, ficou apenas 0s165 atrás do tempo de Hamilton e foi o terceiro colocado, seguido pelo francês Esteban Ocon e pelo espanhol Fernando Alonso, de uma Alpine que volta a andar bem depois da boa corrida em Portugal, na semana passada.
Publicidade
Outra equipe que se posicionou bem foi a AlphaTauri, em sexto e sétimo com o francês Pierre Gasly e o japonês Yuki Tsunoda, respectivamente. O espanhol Carlos Sainz Jr., com a Ferrari, foi o oitavo. O alemão Sebastian Vettel, com a Aston Martin, ficou com a 11.ª colocação.
Ao todo, os 14 primeiros colocados ficaram separados por menos de um segundo. Só a partir do australiano Daniel Ricciardo, da McLaren, em 15.º, os tempos foram maiores - 1s025 da marca de Hamilton.
Publicidade
Os treinos livres prosseguem neste sábado, às 7h (de Brasília), com a terceira sessão em Barcelona. Mais tarde, às 10h, os pilotos vão acelerar em busca da pole position no treino oficial de classificação. A corrida do GP da Espanha será no domingo, às 10h.