Vitor Belfort teria lutado com Jon Jones mesmo após cair no antidoping, diz site

Exame do brasileiro teria apontado alto nível de testosterona

Por fabio.klotz

Estados Unidos - O nome de Vitor Belfort está envolvido em polêmica. De acordo com o site "Deadspin.com", o brasileiro enfrentou Jon Jones, em 2012, mesmo após ter sido flagrado em exame antidoping. O atleta e o UFC ainda não se pronunciaram.

Belfort vê polêmica surgir três anos após a luta com Jon JonesDivulgação

Segundo o "Deadspin.com", um exame realizado em Belfort menos de três semanas para a luta apontou alto nível de testosterona (duas vezes e meia a mais do que os dados considerados normais). Na ocasião, o brasileiro já fazia uso do TRT (Terapia de Reposição de Testosterona), mas apenas o Ultimate sabia. De acordo com o site, a comissão atlética em Ontário (no Canadá, palco da luta), que regulou o evento, não sabia do uso de TRT do atleta.

LEIA MAIS: Notícias, lutas e bastidores: tudo do mundo do MMA

A publicação diz que o resultado do antidoping de Belfort, que apontava o alto nível de testosterona, foi enviado por engano para um grupo de 29 pessoas, entre lutadores, técnicos e empresários. Depois, o UFC mandou mais duas mensagens explicando o equívoco e pedindo sigilo absoluto sobre o exame.

Vitor Belfort salvou o UFC 152. O brasileiro aceitou enfrentar Jon Jones com pouco tempo de preparação. Outros nomes haviam recusado o desafio. Na luta, Belfort perdeu para o norte-americano por finalização.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia