Washington Rodrigues: Salvando os estaduais

Os tradicionais torneios respiram por aparelhos

Por O Dia

Carli. Vasco X Botafogo pelo Campeonato Carioca no Estadio Maracana. 08 de abril de 2018, Rio de Janeiro
Carli. Vasco X Botafogo pelo Campeonato Carioca no Estadio Maracana. 08 de abril de 2018, Rio de Janeiro -

Rio - Os campeonatos estaduais respiram por aparelhos e a culpa é dos clubes que não valorizam um produto que foi responsável pelo que são atualmente. Como Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo (foto) se transformaram nos gigantes que são hoje, como atraíram milhões de fanáticos torcedores em todo o país? Verdade que na época era o que tínhamos de melhor e que hoje existem outras competições mais rentáveis e atrativas. A velocidade das comunicações mudou o rumo das coisas. O próprio Campeonato Brasileiro, que até outro dia reinava absoluto, já sentiu que perdeu a coroa. Hoje em dia, a Copa do Brasil e a Libertadores capitalizam as atenções. Estaduais precisam se render à realidade, atualizando o formato, para serem respeitados como nos velhos tempos e deixarem de ser tratados como subprodutos. O torcedor gosta e teve paciência até agora mesmo vendo seu clube desprestigiar a disputa colocando equipes reservas. Só que paciência tem limites.

DA FONTE DA JUVENTUDE

Acho que o lateral-direito Léo Moura andou mergulhando na fonte secreta na casa da Valentina da novela das 9 da 'Rede Globo'. Aos 40 anos, o cara segue com uma vitalidade impressionante, invejável, ganhou em experiência e conseguiu o mais difícil: se adaptar à nova realidade do futebol e dominar sua área de atuação como poucos no Brasil. Léo Moura está cheirando à tinta e acaba de renovar contrato com o Grêmio por um ano. E pensar que foi dispensado do Flamengo lá em 2015 porque estava velho.

PEDALADAS

Antes de ser um bom técnico, Rogério Ceni foi um excelente goleiro durante toda a carreira. Se indicou Sidão para o São Paulo e, depois, para o o Fortaleza, clube que dirige, foi porque viu nele algo o que passou batido pela turma do Morumbi.

O técnico Lisca Doido promete o Ceará ainda mais forte na temporada de 2019 e quer ganhar a corrida particular com o arquirrival Fortaleza. Briga boa.

Segue com êxito a Copa Tupi de Futebol Amador. A galera está apoiando.

BOLA DENTRO

Logo depois do Jogo das Estrelas, a ser promovido por Zico no dia 27, o Maracanã vai ter o seu gramado trocado. A expectativa é que a bola já role macia no Campeonato Carioca.

BOLA FORA

Pode ser que eu me engane. E, se eu me enganar, será uma grata surpresa, mas acho que o Santos entrará numa fria contratando o treinador argentino Jorge Sampaoli. Quem viver, verá.

 

Comentários

Últimas de A Palinha Do Apolinho