Washington Rodrigues: Brasileirão mudou

Por O Dia

Taça do Campeonato Brasileiro
Taça do Campeonato Brasileiro -

Rio - O novo presidente da CBF, Rogério Caboclo, assume em abril, mas já está pilotando projetos de mudanças para dar uma sacudida no Brasileiro que vem perdendo em interesse para a Copa do Brasil, hoje mais atrativa. Entre as mudanças aprovadas, após reunião com os clubes, na sexta-feira, estão a limitação em 45 jogadores inscritos, além do uso ilimitado de atletas da categoria sub-20 e adoção do Árbitro de Vídeo nos 380 jogos da Série A, com a entidade arcando boa parte dos custos, além da volta da Supercopa, com os campeões do Brasileiro e da Copa do Brasil se enfrentando em jogo único, em campo neutro — a Supercopa foi disputada duas vezes em 1990 e 1991 tendo como vencedores Grêmio e Corinthians. A única medida que não foi aprovada pelos clubes foi a limitação de uma troca de técnico durante a competição. Seria importante debater mudanças no formato da disputa. Na fórmula atual, com pontos corridos, na virada do turno pelo menos dez clubes já não brigam pelo título.

 

Comentários