Washington Rodrigues: Mudanças nas regras

Por O Dia

A cobiçada Copa América tem o Uruguai como maior vencedor
A cobiçada Copa América tem o Uruguai como maior vencedor -

Rio - A International Board, órgão responsável pelas regras do futebol, anunciou mudanças a partir de 1º de junho, já valendo, portanto, na Copa América, aqui no Brasil. Entre um gole de chá e um biscoitinho, os velhinhos da Board descobriram a velha regra das peladas — bateu na mão, parou. O problema é que só valerá em lances de gol. Se a bola tocar no braço, antebraço ou mão do atacante, a jogada é anulada. Deveria valer também nos casos em que, mesmo involuntariamente, a bola tocasse na mão, antebraço ou braço de um defensor dentro da área com a marcação de pênalti. No mais, o goleiro poderá manter apenas um dos pés sobre a linha de gol nos lances de pênalti, para facilitar a impulsão, coisa que já fazem habitualmente sem serem punidos. Nos tiros de meta, a bola não mais precisará sair da grande área para entrar em jogo. E será dado bola ao chão sempre que bater no árbitro, que deixa de ser ponto neutro passando a ser um trambolho em campo.

URUCUBACA

Neymar se recuperando de lesão no mesmo pé que quase o afastou da Copa do Mundo da Rússia; Marcelo barrado; Casemiro alvo de duras críticas no Real Madrid; Philippe Coutinho no banco de reservas do Barcelona; Richarlison e Gabriel Jesus em baixa no Everton e no Manchester City; Vinicius Junior fora de combate por lesão grave no tornozelo. A maioria dos adversários na Copa América não assusta a seleção brasileira, mas, pelo sim, pelo não, o nosso técnico Tite deveria providenciar um amuleto e botinhas de crochê para deixar os pés bem quentinhos.

PEDALADAS

Em 1983, o time do Santos vencia o Palmeiras por 2 a 1. O meia Jorginho chutou e a bola, que iria para fora, mas bateu no árbitro José Assis de Aragão e entrou... gol do Palmeiras: 2 a 2, no finalzinho do clássico. Com as mudanças nas regras, o famoso gol do Aragão não valeria.

 

Contrariando a deliberação de não haver jogos antes das 17h, Fluminense e Cabofriense vão a campo hoje no Maracanã, às 16h, cumprindo uma imposição da programação da TV.

BOLA DENTRO

Ganso está jogando com um ou dois toques na bola em cada jogada. Tenta superar as dificuldades físicas com inteligência e dá o seu recado, mesmo sendo menos um na marcação.

BOLA FORA

O clima ficou pesado depois do novo fracasso do PSG na Champions League. O xeque Nasser Al-Khelaifi está cuspindo abelhas africanas e quer cabeças na bandeja dourada.

Comentários