O povo e a Seleção

Por O Dia

Tite, técnico da seleção brasileira: interesse menor da população
Tite, técnico da seleção brasileira: interesse menor da população -
Viajei pelo mundo atrás da Seleção como repórter e, posteriormente comentarista, acompanhando competições oficiais ou amistosos. Dezenas de jornalistas, radialistas, fotógrafos, cinegrafistas, técnicos de áudio e vídeo, representando emissoras de rádio, televisão, jornais, revistas e agências de notícias, disputando audiência. Hoje o contingente cabe numa van. Essa ausência reflete o desinteresse. Uma emissora de televisão transmite amistosos apenas por obrigações com patrocinadores, poucas emissoras de rádio e a maioria da galera ignora, no máximo pergunta pelos resultados. Os motivos são vários, jogadores atuam no exterior, Seleção não joga no Brasil e compete com os clubes desfalcando equipes para amistosos inexpressivos. O torcedor largou: se ganhar, ganhou; se perder, cai de pau mesmo sem ver o jogo e os não iniciados que, antes acompanhavam só para entrar na onda, abandonaram de vez.

MARCÃO
Dois jogos, duas vitórias, o que pode ser o início de uma reação do Fluminense para escapar do rebaixamento. O cara é bom, os jogadores gostam dele, tem as ferramentas para dar certo como técnico e hoje, jogando fora de casa, terá a missão de buscar o terceiro triunfo, diante do também ameaçado Cruzeiro e enfrentando Abel Braga, com quem trabalhou recentemente, numa briga por posição. Dois gigantes fugindo do fogo do inferno.

PEDALADAS
Juninho Pernambucano é diretor do Lyon, da França, e coube a ele demitir o treinador Silvinho por maus resultados. Fogo amigo.
Sem Gabigol, Rodrigo Caio, Arrascaeta, Filipe Luís e Berrío, o Flamengo receberá amanhã o Atlético-MG, no Maracanã. Galo com oito desfalques entre titulares e reservas.
O Flamengo de olho no goleiro Santos, hoje na Seleção.

BOLA DENTRO
Leonardo Gaciba merece medalha de honra ao mérito pela luta desesperada para tentar salvar o prestígio da arbitragem brasileira que naufraga abraçada com o VAR.
BOLA FORA
Essas cobranças exacerbadas de torcedores invadindo treinamento e ameaçando jogadores têm que acabar. A família de Marcão sofreu agressões, domingo, na saída do Engenhão.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários