Um Fla-Flu para ser acompanhado ao pé do rádio de pilha

Por O Dia

Odair
Odair -

Flamengo, líder do Grupo A, e Fluminense, líder do Grupo B, ambos invictos após três rodadas da Taça Guanabara, prometem um bom espetáculo para esta noite no Maracanã.

Gostei do que vi na equipe comandada por Odair Hellmann (foto) no compromisso diante do Bangu. Uma equipe organizada, empenhada em fazer o melhor, com alguns jovens jogadores mostrando qualidade, lutando contra um adversário exigente, campo irregular em dia de sol escaldante em Moça Bonita, fechando com goleada de 5 x 1. O ataque chegou a oito gols em três partidas — uma excelente média — e sua defesa só foi vazada uma vez, feito realizado pelo Bangu, de pênalti.

Sobre o Flamengo, não tenho muito o que dizer. Agora, depois dos treinos secretos, o clube lançou os jogos secretos, graças à briga com a Rede Globo. Sei que são bons jogadores capazes de assumir a responsabilidade de honrar as camisas que vestem. Resta às duas grandes torcidas espalhadas em todo o Brasil trocar as pilhas do bom radinho e se ligar na Super Rádio Tupi.

 

Gabigol fica no Flamengo

Curiosa a situação do atacante Gabigol. Campeão do Campeonato Brasileiro e artilheiro absoluto da competição nacional, campeão e destaque no título da Taça Libertadores, vice-campeão do mundo e ídolo da torcida do Flamengo. Todos esperavam que chovessem propostas de grandes clubes da Europa por ele, e não foi o que aconteceu. A Internazionale de Milão, da Itália, a quem pertence o jogador, mostrou que não o quer mesmo de volta e, como não apareceram outros interessados em contratá-lo, aceitou a proposta do clube rubro-negro.

Pedaladas

O jornal Correio da Manhã, de Portugal, anunciou o interesse do Porto pelo técnico Jorge Jesus, do Flamengo. As partes não confirmam. O técnico disse que só sairia para um dos cinco grandes clubes da Europa, que não se interessaram.

Jobson passou pela Portuguesa da Ilha, ninguém viu e já sumiu. É o chamado craque-meteoro.

O argentino Germán Cano chegou ao Vasco, fez um gol e já cobra pagamentos. Não sabe de nada.

Bola dentro

A polícia brasileira tem apertado o cerco em torno dos fraudadores de resultados no futebol. A máfia das apostas teve origem na Ásia, se alastrou pelo mundo e anda por aqui.

Bola fora

Li e ouvi: o pequeno público de Flu x Bangu prova que a galera não se liga no Cariocão. Como pequeno? Estavam presentes mais de cinco mil, mas em Moça Bonita só cabem seis mil.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários