Por

Nas intermináveis eleições no Vasco, os interesses do clube são os que menos importam. Sócios foram às urnas duas vezes, falam numa terceira e nem sinal de solução.

Você pode gostar
Comentários