Oswaldo analisa vacilo do Bota contra o Fla: 'Podíamos ter definido antes'

Treinador elogia rival, mas afirma que equipe alvinegra podia ter vencido a partida se tivesse aproveitado chances da segunda etapa

Por rafael.arantes

Rio - Com sabor de derrota. Vacilos e uma postura bastante diferente da apresentada no primeiro tempo do clássico com o Flamengo acabou custando a liderança do Brasileirão para o Botafogo. Com o empate em 1 a 1, o Glorioso acabou sendo ultrapassado na tabela e deixando o Maracanã com a sensação de derrota. Segundo o técnico Oswaldo de Oliveira, o vacilo maior foi não ter aproveitado as chances que teve no segundo tempo para "jogar um balde de água fria na reação do Fla".

"No primeiro tempo o Flamengo não teve nenhuma chance de gol. Já no segundo tempo eles vieram para cima e aplicaram uma grande pressão. Mas apesar disso, no segundo tempo tivemos três chances claras de fazer o segundo gol, antes do empate. Essa é a diferença. A organização do nosso contra-ataque nos fez ter boas chances e podíamos ter definido o jogo e jogado um balde de água fria na reação do Flamengo. Acho que esse é o principal desfalque desse jogo", disse Oswaldo, que descartou ter pedido para equipe apresentar postura defensiva no segundo-tempo.

Oswaldo lamenta vacilos do BotaDivulgação

"Não houve nenhum pedido para focar no contra-ataque. Insisti que continuássemos pressionando a defesa do Flamengo, pois foi desta forma que conseguimos ter sucesso no ataque e criar todas as oportunidades que tivemos no primeiro tempo", concluiu.

Agora o Botafogo volta a campo às 19h30 da próxima quinta-feira, para enfrentar o Vitória, no Maracanã. O objetivo do Glorioso é conseguir recuperar a liderança do Campeonato Brasileiro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia