Conselhos e broncas do ‘pai’ Seedorf

Vitinho não liga para as cobranças ríspidas do craque e até as acha importantes para seu amadurecimento

Por pedro.logato

Rio - O mais ‘perseguido’ por Seedorf nos treinos e jogos, Vitinho não tem reclamação alguma do craque. Apesar dos 19 anos, a grande revelação do Botafogo na temporada entende as atitudes, às vezes ásperas, do camisa 10 e acredita que vêm contribuindo para o seu rápido amadurecimento.

Vitinho defende vê Seedorf como se fosse um paiCarlos Moraes / Agência O Dia

Os constantes puxões de orelha transformaram o holandês numa figura paterna para o garoto, que tenta absorver todos os ensinamentos, mesmo os que vêm embrulhados numa sonora reclamação.

“É uma coisa de pai. Por mais que reclame, estou crescendo e aprendendo com isso. Fico sem palavras para dizer a honra que é jogar com ele. E não é só dele esse carinho comigo, mas de todos do grupo e do professor. Seedorf é peça chave nisso e receber broncas e elogios faz parte. Ele acredita em mim, sabe que tenho talento e quer me ajudar a evoluir e ter sucesso”, explicou Vitinho.

Na opinião do garoto, as reações de Seedorf são potencializadas pelas situações vividas durante as partidas. Por isso, ele inocenta o holandês por ter dado um tapa no braço do companheiro Gilberto, outro jovem jogador do Alvinegro, na vitória sobre a Portuguesa.

“É porque a gente não vê o jogo da forma que ele vê pela experiência que tem. Na hora do jogo, com o sangue quente, é difícil. E você não tempo e calma para conversar. O que aconteceu não é normal, mas é do jogo. No vestiário, as coisas esfriaram e eles conversaram melhor”, contou.

EMOÇÃO POR ENFRENTAR R10

A primeira oportunidade de ficar cara a cara com Ronaldinho — na 12ª rodada do Brasileirão — não foi suficiente para diminuir a ansiedade de Vitinho para o confronto de amanhã, pela Copa do Brasil. O garoto não esconde a emoção de enfrentar o ídolo.

“Eu até lembrei com uns amigos meus que, em 2005, o via naquela fase maravilhosa pelo Barcelona e hoje estou podendo jogar contra. É uma realização muito importante para mim”, disse o meia.

CONFUSÃO NA VENDA DE INGRESSOS

O primeiro dia da venda de ingressos para o jogo de quinta contra o Atlético-MG, pela Copa do Brasil, começou conturbado. Com receio de ser multada pelo Procon-RJ por causa da diferença de preços para um mesmo setor do Maracanã, provocada pela promoção criada pelo Botafogo para incentivar a compra antecipada, a operadora responsável pela comercialização das entradas demorou a disponibilizá-las nos pontos de venda físicos.

Pelas redes sociais, correu o boato de que o Procon-RJ teria impedido a venda, o que foi negado em nota pela entidade. Depois da confusão, os ingressos foram comercializados normalmente pelo preço promocional, garantido pelo clube. “Nós bancamos e depois vamos responder por isso”, disse o presidente Maurício Assumpção durante participação no programa ‘Arena SporTV’.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia