Botafogo quer fritar o Peixe para alvejar a Raposa

Na cola do Cruzeiro, Botafogo tem que vencer o Santos, neste domingo, para continuar somando pontos

Por pedro.logato

Rio - Enquanto houver chance, o Botafogo irá brigar pelo título do Brasileirão. A vaga na Libertadores, bem encaminhada pela campanha do time, não enche os olhos de Oswaldo de Oliveira. O treinador garante que a caça à Raposa não irá cessar até que o Alvinegro assuma a liderança.

Oswaldo espera vitória contra o SantosDivulgação

“A Libertadores é um objetivo, embora secundário. O que queremos é ganhar o campeonato, temos que pensar prioritariamente nisso. Vamos sempre buscar a liderança, é o nosso interesse. Se não for daqui a duas rodadas, vamos buscar depois”, afirmou o comandante.

O Glorioso já conseguiu abrir uma diferença de oito pontos para o Internacional, primeiro fora do G4 e, a cada rodada, mostra que irá duelar com o Cruzeiro até o fim.

Na quarta-feira, o confronto entre as duas equipes no Mineirão será a grande chance para o Alvinegro colar de vez. Antes, porém, os comandados de Oswaldo de Oliveira terão parada dura contra o Santos na Vila Belmiro.

Sem poder contar com Lodeiro, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o treinador ainda não decidiu se irá promover a entrada de Hyuri ou Octávio. A decisão será tomada no treino deste sábado. O volante Gabriel e o lateral-direito Gilberto, em recuperação de lesão, também estão fora.

Se por um lado o Alvinegro terá um desfalque importante na criação no meio-campo, por outro, terá um reforço de peso na retaguarda. Depois de servir à seleção brasileira e desfalcar a equipe nas quatro últimas rodadas, o goleiro e capitão Jefferson está de volta.

Apesar da derrota do Peixe para o Flamengo na última rodada, Oswaldo espera um adversário bem mais forte, tendo em vista que alguns jogadores foram poupados na partida no meio da semana.

“O Santos perdeu para o Flamengo, mas a maioria dos jogadores volta: Arouca, Dracena, Montillo. Isso fortalece o time deles, além de jogar na Vila, fator de muita motivação. Sabemos que temos que ir e fazer o máximo que pudermos”, analisou o técnico.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia