Por pedro.logato

Rio - A silenciosa negociação entre Oswaldo de Oliveira e Santos em nada tem abalado o ambiente do Botafogo, que se prepara para a última rodada do Brasileirão. Isso é o que garantem os jogadores alvinegros, convictos de que seriam os primeiros a saber da transferência, caso ela fosse concretizada pelo treinador.

Oswaldo pode ir para o Santos no ano que vemAndré Mourão / Agência O Dia

“Já colocaram Oswaldo em tantos clubes, colocaram Seedorf, eu, e nada aconteceu. Não tem nada concreto. Se tiver, ele será o primeiro a falar pelo grande profissional que é. Estamos concentrados no jogo. Depois de domingo vamos sentar e ver o futuro de cada um. Agora, nada vai atrapalhar”, disse o capitão Jefferson.

O Santos tentou ao máximo apressar o acerto para que fosse iniciado o planejamento para a próxima temporada antes do fim do Brasileiro. Mas Oswaldo ainda aguarda o desfecho do Botafogo na competição para bater o martelo. A conquista da vaga na Libertadores pode dar uma reviravolta na situação.

As conversas com o Santos estão adiantas, mas a diretora alvinegra também será ouvida antes da decisão final. Internamente, o trabalho feito pelo treinador nos dois anos à frente da equipe é considerado muito bom. Ele conseguiu criar uma identidade para o time, que desde o ano passado joga da mesma maneira: com apenas um atacante e três meias de ligação.

Oswaldo garante que seu pensamento nesta semana está direcionado apenas para o Criciúma, adversário de domingo. Durante a semana, ele já deu a entender que Lodeiro e Renato deverão retornar à equipe titular nos lugares de Hyuri e Marcelo Mattos. Elias, que não treinou ontem junto com o grupo, poderá dar lugar a Bruno Mendes.

Você pode gostar