Cometa Wallyson já passou pelo Botafogo

Atacante perde espaço e está para ser negociado com o futebol árabe

Por pedro.logato

Rio - Wallyson brilhou com a velocidade de um cometa no Botafogo e sua saída de cena deve ser tão rápida quanto. Com proposta do mundo árabe, o artilheiro do time na Libertadores não deve mais vestir a camisa alvinegra.

O jogador de 25 anos tem contrato de empréstimo com Alvinegro até o fim do ano, mas a proposta do Oriente Médio deve encurtar este período. Os direitos dele pertencem ao Deportivo Maldonado, clube que pertence a um grupo de empresários e deseja negociá-lo durante a paralisação do Campeonato Brasileiro para a disputa da Copa do Mundo.

Wallyson está de saída do BotafogoErnesto Carriço / Agência O Dia

Em apenas duas semanas, o atacante se tornou xodó ao marcar três gols na vitória sobre o Deportivo Quito, que classificou o Glorioso para a fase de grupos da competição internacional. Uma noite memorável no Maracanã, mas que não teve repeteco.


Efetivado como titular por Eduardo Hungaro, treinador na época, Wallyson caiu de produção e, aos poucos, foi perdendo espaço no grupo. Mesmo assim, acabou a Libertadores como artilheiro do Botafogo, com quatro gols.

Com a chegada de Zeballos e Sheik, o camisa 19 ficou mais esquecido. Vagner Mancini tem tentado ‘ressuscitar’ a estrela do atacante com oportunidades no time titular, como ocorreu no empate com o Corinthians, mas Wallyson não vem correspondendo.

Ao mesmo tempo que o atacante segue os passos de Lodeiro e fica perto do adeus ao Botafogo, Airton deve ter sua permanência confirmada. O volante passou a ser mais utilizado por Mancini e seu contrato de empréstimo, que vencia no meio do ano, está prestes a ser renovado por mais um ano. O Benfica, dono dos direitos do jogador, já deu sinal verde para a negociação.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia