Botafogo e Atlético-MG não saem do zero no estádio Mané Garrincha

Equipes produziram poucas chances de gols em Brasília

Por victor.abreu

Brasília - No duelo de Alvinegros, as torcidas viviam dois sentimentos diferentes. Enquanto os cariocas se lamentavam pelo rebaixamento para à Série B, os mineiros celebravam o seu título da Copa do Brasil e a vaga na Copa Libertadores 2015. Em campo, o zero a zero sacramentou a falta de objetividade das equipes na partida.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

O Atlético-MG encerrou sua participação no Campeonato Brasileiro com 62 pontos, ocupando o 5º lugar. Já o Botafogo, chegou aos 34, na penúltima colocação.

Botafogo e Atlético-MG empataram por 0 a 0Divulgação

O JOGO

O primeiro tempo começou com as duas equipes se estudando. Como os times não entraram em campo com seus times titulares, a falta de entrosamento era visível em ambos os lados.

O time mineiro mostrou um pouco mais de técnica e aproveitou os erros da defesa carioca para criar suas jogadas. O lance de maior perigo da primeira etapa foi de Carlos. O jogador do Galo recebeu lançamento, driblou Fabiano e bateu cruzado. A bola passou por cima do travessão do goleiro Helton Leite.

Na segunda etapa, o Botafogo começou assustando o Galo com Maikon. O atacante emendou de primeira, a bola passou raspando a trave. A resposta mineira veio com Marion, Dodô e Pierre, minutos depois.

O Botafogo respondeu com Fabiano, mas Uilson fez bela defesa para evitar o primeiro gol do jogo. Depois disso o jogo caiu de rendimento e os times se arrastaram em campo. O zero a zero permanceu até o fim.

FICHA TÉCNICA

Botafogo 0 x 0 Atlético-MG

Estádio: Mané Garrincha (Brasília)
Árbitro: Manoel Lopo Garrido (BA)
Público: 3.694 pagantes
Renda: R$ 264.120,00
Gols: nenhum
Cartão Amarelo: Pedro Botelho (ATL-MG, aos 30' do 1ºT), Fabiano (BOT, aos 11' do 2ºT), Eduardo (ATL-MG, aos 18' do 2ºT), Jemerson (ATL-MG, aos 28' do 2ºT), Maikon (BOT, 31' do 2ºT) e Marcelo Mattos (BOT, aos 39' do 2ºT)
Cartão Vermelho: nenhum

Botafogo: Helton Leite; Régis, Dankler, André Bahia e Fabiano (Andreazzi, aos 40' do 2ºT); Airton, Marcelo Mattos e Gabriel; Yuri Mamute, Bruno Corrêa (Maikon, no intervalo) e Murilo. Técnico Vagner Mancini.

Atlético-MG: Uilson; Alex Silva, Tiago, Réver (Jemerson, aos 16' do 2ºT), Pedro Botelho; Pierre, Josué, Eduardo, Dodô; Marion e Carlos. Técnico Levir Culpi.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia