Na estreia de Zé Ricardo, Botafogo leva gol no último lance e empata em 1 a 1 com o Paraná

Em jogo quente, Alvinegro joga bem fora de casa mas vê equipe amargar derrota no final da partida. Rodrigo Lindoso fez o gol do time carioca, e Alex Santana empatou para os paranaenses

Por O Dia

Paraná e Botafogo se enfrentaram na Vila Capanema
Paraná e Botafogo se enfrentaram na Vila Capanema -

Curitiba - O Botafogo empatou com o Paraná por 1 a 1, na Vila Capanema, pelo Campeonato Brasileiro, neste domingo. O partida marcou a estreia do técnico Zé Ricardo, que viu sua equipe criar boas oportunidades em um jogo brigado, com uma expulsão para cada lado. Alvinegro abriu o placar com Rodrigo Lindoso, mas deixou escapar a vitória no último lance. Alex Santana fez o gol do time paranaense. 

Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

No primeiro tempo, as equipes começaram a partida mostrando que queriam a vitória, chegando duro em todas as disputas. O Botafogo teve a chance abrir o placar logo ao 12 minutos, quando Leo Valencia recebeu boa bola de Aguirre, driblou o goleiro Richard, mas, sem ângulo, chutou torto para fora. O Paraná respondeu aos 18 minutos com Torito González, que arriscou de fora da área e assustou o goleiro Saulo.

Com mais volume, o Botafogo quase fez o primeiro aos 21, quando Luiz Fernando acertou um meio voleio de fora da área, obrigando Richard a fazer grande defesa. Mais uma vez, a equipe paranaense respondeu com Torito González, que de falta tirou tinta da trave do goleiro botafoguense.

A partida esquentou de vez aos 26 minutos. Após Matheus Fernandes se enroscar com Maicosuel, o jogador do Botafogo se estranhou com Silvinho e o jogador do Tricolor valorizou, simulando uma agressão. O lance deu início a uma discussão generalizada, com os reservas entrando em campo. Após a confusão, o árbitro Raphael Claus expulsou o volante Alvinegro e o zagueiro Cléber Reis.

Com um a menos, o Botafogo se impós e criou novas oportunidades. Aos 40, Aguirre cabeceou após cobrança de escanteio de Valencia, e Richard espalmou para a linha de fundo. Aos 45, Marcinho cruzou na cabeça de Pimpão, que desperdicou e mandou para fora.

Já na segunda etapa, Luiz Fernando perdeu uma grande chance logo aos quatro minutos. O atacante recebeu belo passe de Aguirre e, na pequena área, tocou por cima da meta adversária. logo em seguida, o Paraná por pouco não fez o primeiro com Silvinho, que se esticou mas não conseguiu concluir após receber bom passe na área.

O jogo seguiu morno e com poucas emoções até aos 24 minutos, quando Luiz Fernando foi derrubado dentro área por Renê e o árbitro assinalou o pênalti. Rodrigo Lindoso bateu com categoria e colocou o Botafogo na frente do placar. Após o gol, a equipe carioca cadenceou o jogo e começou a administrar o resultado.

Correndo atrás do prejuízo, aos 36 minutos, Alex Santana arriscou bom chute de fora da área, mas Saulo fez boa defesa, evitando o gol de empate do Paraná. Com dificuldades na criação e visivelmente cansado, o Tricolor começou a abusar das faltas e assistiu o Botafogo tocar a bola.

No apagar das luzes, aos 51 minutos, Alex Santana tentou mais uma vez de fora da área. A bola desviou em Igor Rabello e entrou, sem chances para o goleiro botafoguense. O juiz apitou o fim do jogo após o gol, terminando a partida em 1 a 1. 

Com o empate, o Botafogo chegou aos 22 pontos e ocupa momentaneamente a décima posição. O Alvinegro volta a campo na quinta-feira, quando enfrenta o Nacional-PAR, no Nilton Santos, às 19h30, pela Copa-Sul-Americana. O Glorioso precisa de uma vitória simples para se classificar.

FICHA TÉCNICA

PARANÁ 1 X 1 BOTAFOGO

Local: Vila Capanema, em Curitiba (Paraná)

Árbitro: Raphael Clauss (SP)

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Rogério Pablos Zanardo (SP)

Cartões amarelo: René Santos, Richard e Alex Santana (PAR) Marcinho, Jean e Renatinho (BOT)

Cartões vermelho: Matheus Fernandes (BOT) Cleber Reis (PAR)

Gols: Rodrigo Lindoso, aos 26min, Alex Santana, aos 51min do segundo tempo

Paraná: Richard; Júnior, René Santos, Cléber Reis e Igor; Alex Santana, Torito González e Maicosuel (Rodolfo); Silvinho (Caio Henrique), Carlos e Rafael Grampola (Baéz) / Técnico: Rogério Micale

Botafogo: Saulo; Marcinho, Rabello, Carli e Moisés; Lindoso, Matheus Fernandes, Leo Valencia (Renatinho) e Luiz Fernando (Jean); Pimpão (João Pedro) e Aguirre / Técnico: Zé Ricardo