Zé Ricardo concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira - Divulgação/BFR
Zé Ricardo concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feiraDivulgação/BFR
Por O Dia

Rio - Lutando para fugir da zona de rebaixamento, o Botafogo terá uma difícil missão neste fim de semana: vencer o Atlético-PR fora de casa. Para a partida deste sábado, na Arena da baixada, às 21h, Zé Ricardo conta com o retorno do chileno Leo Valencia, recuperado de lesão na panturrilha. O treinador do Alvinegro despistou sobre quais mexidas poderia fazer na equipe e afirmou que não vai haver 'surpresa' no time que levará à campo.

"Nossa responsabilidade, quando a equipe não consegue um jogo favorável dentro do rendimento que está tendo, é buscar solução. Contra o Bahia poderia ter sido um momento importante para a gente se vencêssemos, agora é buscar os pontos fora de casa. Não tem surpresa, talvez uma mudança de característica com a troca de um jogador ou outro, uma postura mais agressiva, competitiva", disse.

Apesar da volta de Valencia, Zé Ricardo pode ter dois desfalques importantes para o jogo contra o Furacão. Rodrigo Pimpão, com febre, e Jean, ainda voltando de lesão, são dúvidas.

"(Pimpão) Não treinou ontem, apresentou quadro febril, vamos ver como vai se apresentar hoje para ver as reais condições dele (...) O Jean realmente tentou ir ao seu limite, é um jogador que está sempre muito mobilizado, quer sempre ajudar. A gente não tem certeza para saber se ele vai participar da partida, vamos esperar para saber se conta com ele", disse o treinador.

Tema recorrente nos bastidores do Botafogo durante a semana, Zé comentou o atraso de salários no clube. De acordo com o técnico, apesar do problema, pediu foco no trabalho do time dentro de campo.

"Eu particularmente não posso fazer nada nesse sentido, mas parto sempre do princípio de procurar fazer o trabalho com paixão. E o futebol é isso, o que move a mim, além do prazer de trabalhar com que amo, é a paixão do dia a dia (...) Vejo mobilização grande da direção em sanar esses problemas, seria importante nessa reta final. Creio que se hoje for pago o salário de agosto dará tranquilidade, é o que a gente precisa", afirmou.

Você pode gostar