Botafogo com os pés no chão, mas cabeça em objetivos maiores no Brasileiro

Depois da terceira vitória seguida no campeonato, jogadores do Botafogo sonham agora com voos mais altos

Por

Brenner
Brenner -

Rio - A inédita terceira vitória seguida do Botafogo no Campeonato Brasileiro (1 a 0, sobre a Chapecoense) trouxe enorme alívio em relação ao rebaixamento à Série B, embora o discurso no clube seja de que a situação ainda não esteja resolvida e que a equipe ainda precise de dois pontos para se livrar. De acordo com o matemático Tristão Garcia, do site Infobola, hoje, o Botafogo, em 11º lugar, com 44 pontos, não corre mais risco.

Entre os torcedores, a confiança pela briga por uma vaga na Libertadores aumenta porque a diferença para a Chape, o primeiro time na zona da degola, subiu a sete pontos, e a distância para o Atlético-MG, sexto colocado, que se classifica à competição continental, é de seis pontos.

TIME BEM MAIS TRANQUILO

Apesar de emprestado pelo Internacional até o fim do ano, o atacante Brenner poderá auxiliar o Alvinegro na tarefa de buscar mais três pontos: "Tenho um carinho pelo Inter, que me projetou. É mais um jogo em que precisamos da vitória. Talvez tenha um gostinho especial por eu ter vindo de lá, mas o importante é vencer para dar uma tranquilidade maior."

Em relação à possibilidade de brigar por uma vaga na Libertadores, o atacante admitiu que não é uma tarefa das mais simples: "É difícil, mas a gente pode sonhar com o que quiser. Estamos com os pés no chão e sabemos dos objetivos que temos que alcançar".

Brenner reconheceu que o Alvinegro vai entrar em campo, diante da torcida, e com a alma bem mais leve em relação ao futuro na competição após as três vitorias seguidas. "É muito bom, uma sensação de leveza. Conquistamos essas três vitórias muito importantes. Atingimos 44 pontos, mas não estamos livres. A gente tem que estar com a guarda alta sempre".

 

ZÉ RICARDO TERÁ ALGUNS REFORÇOS

O atacante Kieza treinou normalmente ontem com o grupo e mostrou estar em condições de voltar ao time contra o Internacional, domingo, no Nilton Santos. No entanto, a tendência é que o técnico Zé Ricardo mantenha Brenner entre os titulares.

Rodrigo Lindoso, que cumpriu suspensão contra a Chape, tem retorno assegurado no lugar de Dudu Cearense. Jean também pode ficar à disposição de Zé Ricardo, assim como João Paulo, que fraturou a perna direita e não joga desde março.

Comentários