Pimpão diz que início ruim de temporada serviu de aprendizado para o Botafogo

Equipe alvinegra agora acumula três vitórias seguidas, contra Boavista, o Defensa y Justicia e o Campinense

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Pimpao.Jogo Treino Botafogo x Madureira no Estadio Nilton Santos. 13 de Janeiro de 2019, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo.
Pimpao.Jogo Treino Botafogo x Madureira no Estadio Nilton Santos. 13 de Janeiro de 2019, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo. -

Rio - Eliminado precocemente da Taça Guanabara e sem vitórias nos primeiros quatro jogos da temporada, o Botafogo tinha cenário dos piores no início da temporada. De lá para cá, no entanto, o time evoluiu e acumulou vitórias seguidas sobre o Boavista, o Defensa y Justicia e o Campinense. Para Rodrigo Pimpão, trata-se de uma melhora natural para o começo de trabalho.

"Não digo o Botafogo estava muito mal, mas sim em início de temporada, com alguns aprendizados a serem colocados, jogadores chegando. Aconteceram as derrotas, mas tivemos a evolução do trabalho e do que o Zé (Ricardo) quer nos passar. Conseguimos três vitórias seguidas em competições importantes. E que a gente consiga deixar o Botafogo no lugar mais alto possível", declarou nesta sexta-feira.

No triunfo sobre o Campinense, Rodrigo Pimpão marcou pela primeira vez no ano e ajudou a garantir a classificação do Botafogo à segunda fase da Copa do Brasil. Agora, ele sente-se mais confiante para o confronto de volta diante do Defensa Y Justicia, quarta-feira, na Argentina, que pode classificar o time carioca à segunda fase da Copa Sul-Americana.

"A confiança aumenta. Tento deixar as críticas de lado e levar as coisas boas para o restante da temporada. Espero ajudar da melhor maneira possível sempre. Estou mais confiante para poder ajudar com mais gols e taticamente", afirmou.

O jogador ainda manifestou seu carinho pelo clube. "O Botafogo é o clube que desde a minha primeira passagem eu tenho um carinho muito grande. Em 2015, estávamos na segunda divisão e eu aceitei o projeto. Tenho esse carinho, assim como a minha família. Hoje, sou o jogador com mais jogos pelo clube no elenco e mais gols em competições internacionais. Só agradeço e quero mais. Vou trabalhar muito para que isso ocorra."

Comentários