COVID-19: 'Minha cidade nos EUA foi uma das primeiras a registrar mortes', diz ex-jogador do Botafogo

João Paulo, que está emprestado ao Seattle Sounders, falou sobre a situação de Washington

Por O Dia

João Paulo é capitão do Botafogo
João Paulo é capitão do Botafogo -
Washington, EUA - Emprestado pelo Botafogo ao Seattle Sounders, o meia João Paulo vive um drama nos Estados Unidos. Vivendo em Washington, o jogador afirmou à 'Rádio Tupi' que o estado foi um das primeiros a registrar casos e mortes por conta do novo coronavírus. Até o momento, a capital norte-americana já soma 2.221 casos confirmados e 111 mortes.

“Aqui começou bem antes do Brasil. Minha cidade foi uma das primeiras a registrar casos e mortes. Cheguei aqui no fim de janeiro, mas acabei saindo para fazer a pré-temporada, e voltei no fim de fevereiro. Minha família chegou na semana passada. A gente está desde então dentro de casa sem fazer praticamente nada", disse João Paulo, que complementou:

"No clube estou há duas semanas sem treinamentos, a previsão era ter voltado na sexta-feira passada, mas prolongaram isso. A liga suspendeu por 30 dias a competição, mas agora fala-se em 60. Não sei se vai se confirmar a previsão de não ter jogos. Que todos levem tudo muito a sério, se cuidem e sigam às orientações para que todos nós possamos passar por isso", encerrou.

Comentários