Dirigente do Botafogo descarta possibilidade de retorno do futebol no dia 20 de junho

Clube já se posicionou diversas vezes contra o retorno do futebol

Por O Dia

Ricardo Rotenberg
Ricardo Rotenberg -
Rio - Ainda que o Botafogo esteja se preparando para o retorno das atividades presencias, o clube é contra volta do Campeonato Carioca, neste momento. Em live da Fundação Getúlio Vargas, Ricardo Rotenberg, vice-presidente comercial e de marketing do clube e membro do Comitê Executivo de Futebol, descartou qualquer possibilidade do Alvinegro entrar em campo nesta situação.
"Existem movimentos para começar o Carioca no dia 20 de junho. O Botafogo não vai começar nessa data. Fizemos os exames ontem e hoje, se a curva baixar um pouco vamos recomeçar os treinos. Não adianta fazer o campeonato no final de junho e terminar no começo de julho e começar o Brasileiro só em agosto. Fica um tempão parado. É meio incompreensível a posição do Rio de Janeiro em relação ao restante do Brasil. O Botafogo e o Fluminense estão sendo iguais à grande maioria das Federações e também à responsabilidade que a CBF está tendo", disse.
O dirigente também criticou a falta de união entre os clubes brasileiros. “O Botafogo está nessa luta há muito tempo. Sempre há divergências, não se consegue juntar alguns clubes. Os clubes juntos teriam muito mais força. Alguns clubes não entenderam que ninguém joga sozinho. O Botafogo precisa dos outros 19 clubes da Série A, são todos muito importantes. Essa falta de entendimento muitas vezes acaba gerando prejuízo para todos os clubes”, declarou.

Comentários