Dirigente do Botafogo cita favorecimento ao Flamengo no Carioca: 'Se apequenou'

Carlos Augusto Montenegro ainda afirmou que Botafogo e Fluminense só jogaram semi por conta de multa

Por O Dia

Carlos Augusto Montenegro
Carlos Augusto Montenegro -
Rio - Atual membro do Comitê Executivo de Futebol, o ex-presidente do clube Carlos Augusto Montenegro criticou o Flamengo inúmeras vezes neste início de ano. Em entrevista ao 'PopBola', o dirigente afirmou que o clube foi favorecido no Campeonato Carioca e ainda revelou que Fluminense e Botafogo só jogaram a semifinal por conta de uma multa milionária caso não entrassem em campo.

"Independentemente de o Flamengo ter o melhor elenco, está 25 dias na frente de todo mundo. Foi favorecido porque jogou todos os jogos no Maracanã, em casa. Começou a treinar 25 dias antes. Não foi a Macaé, Conselheiro Galvão, Volta Redonda, Ilha do Governador. O Flamengo atualmente é um gigante dentro de campo, mas está se apequenando fora do campo. Vi muito torcedor do Flamengo me perguntado por que estão fazendo isso. Jogar no Maracanã contra o Bangu, treinando na frente de todo mundo, com 1.200 mortes. É uma coisa triste", disse Montenegro, que emendou:

"Fizemos um manifesto histórico. Nossa decisão era não jogar e deixar o campeonato pela metade, sem campeão, o que fosse, para mostrar que era um campeonato que as pessoas trataram muito mal. Só jogamos porque, como houve uma liminar obrigando a Globo a transmitir e ela não recorreu, havia a chance de sermos multados em R$ 20 milhões cada um. É uma cláusula que no contrato da Ferj com a Globo, ia dar muito pano para a manga, mas achamos que não valeria a pena o risco. Só teve jogo porque a Globo transmitiu. Se a Globo não transmitisse, não jogaríamos", encerrou.

Comentários