Fogão tem uma vitória importante, mas fora das quatro linhas

Glorioso consegue liberação de verba do Sindeclubes para quitar salários atrasados de jogadores e funcionários

Por O Dia

Bruno Nazário deve ser mantido no time titular para encarar o Vasco, no domingo
Bruno Nazário deve ser mantido no time titular para encarar o Vasco, no domingo -

Em meio ao jejum no Brasileiro, o botafoguense enfim tem uma vitória para comemorar, mas no tribunal. Em audiência no Juizado do Trabalho, o Alvinegro conseguiu ontem a liberação de verbas do Sindeclubes para quitar os salários atrasados de jogadores e funcionários. A decisão foi da juíza Cissa de Almeida Biasoli, da 75ª Vara do Trabalho.

Na ação, o Sindicato dos Empregados em Clubes do Estado do Rio (Sindeclubes) solicitou que os vencimentos atrasados fossem colocados como prioridade em relação às demais dívidas do Botafogo. O pedido foi acatado e cerca de R$ 12 milhões, referentes à antecipação de cotas de direitos de transmissão na TV, serão liberados nos próximos dias.

O valor, porém, nem chegará aos cofres do Glorioso, que precisa apresentar em até 48 horas após o julgamento uma relação com nome e salários de todos os trabalhadores. Depois disso, a quantia será depositada diretamente na conta de cada um deles.

Atualmente, o Alvinegro deve aos jogadores os vencimentos de julho e agosto. Já aos funcionários, os meses maio (apenas quem recebe acima de R$ 2 mil), junho, julho e agosto. Com a decisão, a remuneração de todos estará em dia na semana que vem.

DECISÃO SOBRE GATITO ADIADA

Já o julgamento do goleiro Gatito Fernández, que chutou o monitor do VAR na derrota por 2 a 0 para o Internacional, no mês passado, foi adiado pelo STJD. Na audiência de ontem, o Botafogo pediu mais tempo para produzir provas periciais e a solicitação foi acatada.

O novo julgamento ainda não tem data definida e, com isso, o arqueiro poderá atuar nos próximos compromissos do Glorioso, mas precisa se recuperar de uma lesão na coxa direita.

Comentários