Torcida perde a paciência e protesta no Nilton Santos

Com o time no Z-4 do Brasileiro, grupo de alvinegros exigia o título da Copa do Brasil

Por Danillo Pedrosa

Torcedores penduraram faixas durante o protesto no Nilton Santos
Torcedores penduraram faixas durante o protesto no Nilton Santos -

Com a entrada na zona de rebaixamento após a derrota por 3 a 2 para o Vasco, a torcida alvinegra perdeu a paciência. Ontem, cerca de 50 integrantes de uma organizada estiveram em uma das entradas do Nilton Santos para protestar contra a má fase do clube. O técnico. Quase ninguém escapou das críticas, direcionadas principalmente ao técnico Paulo Autuori, à diretoria e parte do elenco.

O grupo de torcedores chegou ao estádio no início da tarde de ontem, com direito a bateria e cantos de protestos. Entre as várias faixas estendidas no local, a de maior destaque exibia a frase "time de frouxos!". Outras disparavam contra o atacante Pedro Raul e o lateral-direito Barrandeguy, além de uma que dizia que a "Copa do Brasil é obrigação".

A demora para colocar em prática o projeto Botafogo S.A. também foi criticada em uma das faixas colocadas nos arredores do Niltão com um pergunta: "S.A. Fato ou fake?".

Apesar do clima tenso, a manifestação foi pacífica e não há relato de confusões ou qualquer tipo de agressão. Os jogadores precisaram utilizar outro acesso para entrar no estádio e apenas o lateral-esquerdo Victor Luís parou para conversar com o torcedores.

O time de Paulo Autuori, de quem os torcedores pediam demissão, já não vence há seis jogos no Campeonato Brasileiro — maior jejum desde 2014, quando foi rebaixado para a Série B — e ocupa a 17ª posição, a primeira do Z-4.

Mas, para reencontrar o caminho das vitórias, o Glorioso volta as atenções para a Copa do Brasil, numa revanche com o Vasco. O jogo de ida será amanhã, às 19h, mais uma vez no Nilton Santos. Pelo Brasileiro, o time volta a campo domingo, também no Niltão, contra o Santos.

 

Comentários