Ze Welison não poderá enfrentar o Atlético-MG por conta do acordo do empréstimo feito pelos mineiros - Vitor_Silva
Ze Welison não poderá enfrentar o Atlético-MG por conta do acordo do empréstimo feito pelos mineirosVitor_Silva
Por O Dia
Rio - Com 19 rodadas para mudar o próprio destino no Campeonato Brasileiro, o Botafogo, 17º colocado, com 20 pontos, deposita toda a confiança de redenção e de 'exorcismo' ao fantasma da Série B no trabalho de Ramón Díaz. Emprestado pelo Atlético-MG até o fim do Carioca de 2021, o volante Zé Welison teve a chance de vivenciar a experiência de ser dirigido pelo argentino Jorge Sampaoli e crê, pela experiência e nível de exigência do compatriota, que o Glorioso estará em boas mãos.
"É um prazer enorme receber esses caras com experiência grande no futebol, vêm trazendo novo trabalho ao Botafogo, estamos procurando absorver o mais rápido possível para colocar em prática, mesmo em poucos dias de trabalho. Procuramos evoluir a cada dia", disse José Welison à 'Botafogo TV'.

Dono do recorde de empates no Brasileiro, 11 em 19 jogos, o Alvinegro tem consciência da responsabilidade no confronto com o Red Bull Bragantino, concorrente direto na inglória batalha contra o rebaixamento nesta segunda-feira, no Nilton Santos. Com a promessa de Ramón Díaz de uma postura diferente, mais agressiva ofensivamente, Zé Welison aposta suas fichas no início com pé direito no returno do Brasileiro.
Publicidade
"É muito importante, um adversário direto, temos que estar preparados, prontos. Estamos fazendo uma grande semana para desempenhar o nosso melhor segunda-feira. É um confronto direto, temos que vencer porque estamos necessitando desses três pontos para subir na tabela", destacou o volante.