Marcelo Benevenuto  - Luciano Belford
Marcelo Benevenuto Luciano Belford
Por O Dia
Rio - O zagueiro Marcelo Benevenuto foi denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro por supostamente agredir a sua namorada em 2017. O jogador do Botafogo aguarda o cumprimento do mandado para apresentar a sua defesa em relação ao caso. As informações são do portal "globoesporte.com".
O delegado responsável pelo caso concluiu pela inexistência de crime e sugeriu o arquivamento do inquérito. Apesar disso, o MP-RJ requereu esclarecimentos. Após análises da perícia entendeu que o ferimento da vítima poderia ser condizente com o crime de lesão corporal. Por conta disso, a Promotoria apresentou uma denúncia, que acabou sendo aceita pela Justiça.
Publicidade
LEIA MAIS: CONFIRA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O BOTAFOGO

"A defesa está tranquila, porque conseguiu demonstrar na investigação a inocência, tanto que o delegado concluiu que não houve crime. O promotor entendeu de forma diferente, mas vamos provar a inocência dele também para a Justiça. Assim como conseguiu provar para para a Polícia, a defesa está confiante de que vai provar para a Justiça", disse Andre Perecmanis, advogado que representa o jogador, em entrevista ao portal "globoesporte.com".
Marcelo Benevenuto foi denunciado em abril de 2017 por suposta agressão, após um desentendimento do casal próximo à sede do Botafogo, em General Severiano. A vítima relatou ter recebido um soco do zagueiro no rosto após uma discussão motivada por ciúmes. Intimado a prestar depoimento, o defensor negou ter agredido propositalmente a mulher. “Segundo o seu termo, num ato reflexo para se desviar da ex-namorada, o relógio que estava no seu pulso resvalou no rosto da vítima”, explicou o delegado na ocasião.

De acordo com o "globoesporte.com", o inquérito concluiu que não havia elementos suficientes para configuração de crime. O documento aponta falta de testemunhas e de imagens que confirmasse a agressão. A suposta vítima não se submeteu a um exame de corpo de delito, o que levou a Polícia Civil a entender que houve falta de interesse dela na continuidade da investigação. O depoimento do atleta alvinegro, negando a acusação, também foi levado em consideração.