Por pedro.logato
Campeão Carioca pela vigésima vez, o Botafogo promoveu uma grande festa em General Severiano, na noite deste domingo. No entanto, nem tudo foram flores. Durante a comemoração, alguns torcedores do Alvinegro invadiram o salão nobre e um dos seguranças do clube sacou uma arma e apontou para a torcida. A confusão aconteceu durante a comemoração do título carioca. Jogadores e comissão técnica tiveram de deixar o local correndo para não ficar no meio do fogo cruzado.
Nesta segunda-feira, o Alvinegro divulgou uma nota oficial reconhecendo a falha dos seguranças e pedindo desculpas aos torcedores pelo ocorrido.
Publicidade
Confira a nota oficial na íntegra:
"O Botafogo de Futebol e Regatas desconhecia e repudia veementemente a posse de arma por parte de integrante de equipe de apoio contratada para trabalhar no evento de comemoração do título estadual, na noite deste domingo, na sede de General Severiano.
Publicidade
A festa promovida pela diretoria tinha como objetivo principal prestigiar a torcida alvinegra, respeitando a tradição quase centenária de celebrar conquistas em seu palacete histórico.
O clube não admite a utilização de armas no interior da sede por quem quer que seja e informa que tomará as medidas necessárias para evitar que episódios lamentáveis como esse se repitam."
Publicidade