Por pedro.logato
Rio - A diretoria pagou ontem o salário de abril e aumentou a alegria dos jogadores. Agora, faltam ser quitados os direitos de imagem de 11 atletas, além dos prêmios pela conquista da Taça Rio e do Carioca.
Apesar da dificuldade financeira, o Botafogo não pretende negociar suas revelações para fazer caixa. Dória, que teve proposta de R$ 16,5 milhões da Juventus, voltou a ser sondado por europeus.
Publicidade
Vitinho, de apenas 19 anos, também. Ele já recebeu duas ofertas de transferência — a segunda no valor de R$ 13, 1 milhões — de times da Espanha e da Alemanha, mas a diretoria não quis conversa.
Fellype Gabriel vibra com regularidade
Publicidade
Em 2013, as idas ao departamento médico diminuíram drasticamente e Fellype Gabriel pôde, enfim, ter uma grande sequência pelo Botafogo. O resultado disso foram as grandes atuações do meia, peça fundamental na conquista do Carioca.
“Acho que foi a competição mais regular da minha carreira, sim. Fui poupado em apenas dois jogos, porque o Oswaldo achou melhor. Tem todo um trabalho por trás para você estar em campo nas melhores condições, com a melhor equipe no momento. Foi um trabalho bem realizado, mas a gente não pode parar por aí”, alertou Fellype, que por conta do ótimo momento, mantém viva a esperança de voltar a ser convocado.
Publicidade
“Quando vem a conquista, as coisas ficam mais fáceis. Lógico que a gente pensa na convocação, fica na expectativa, mas não é uma coisa que fique me perturbando”, explicou.