Por 'dignidade', líder Cruzeiro aposta em mescla de jovens rápidos e medalhões

Depois de duas temporadas fracassadas, time mineiro adotou nova postura e aparece como favorito ao título Brasileiro

Por ulisses.valentim

Mingas Gerais - Após se livrar do rebaixamento para a Série B apenas na última rodada do Brasileirão de 2011 e fazer campanha modesta no ano passado, o Cruzeiro sentiu que era preciso. Em 2013, com elenco reformulado, o time mineiro se recuperou das duas temporadas fracassadas e surge como líder isolado do Brasileiro de 2013.

“Na verdade, vimos a necessidade de devolver a dignidade para o Cruzeiro. Vínhamos de dois anos muito ruins, tínhamos dívidas, assim como outros times do Brasil. Precisamos ser criativos e ousados e ter um parâmetro a nível de Cruzeiro. A intenção era fazer um time que pudesse brigar pela parte de cima da tabela. E o objetivo está sendo alcançado”, disse Alexandre Mattos, diretor de futebol do Cruzeiro, em entrevista ao iG .

Dedé é uma das armas dos cruzeiroMárcio Mercante / Agência O Dia

Impulsionado pela venda de Montillo para o Santos, o Cruzeiro fez mudanças drásticas no elenco. “A venda não foi a salvação da lavoura, mas usamos bem o dinheiro para contratar jogadores e sanar algumas dívidas”, afirmou Mattos. O time mineiro negociou mais de dez jogadores e investiu na mescla entre valores jovens e medalhões, além de trazer para comandar a equipe Marcelo Oliveira, técnico da nova safra brasileira.

“Vimos a situação do time e privilegiamos a contratação de jogadores técnicos e rápidos. Trouxemos jovens que se destacaram no ano passado, como Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Lucca, e também subimos outros da base. Aí pincelamos dois ou três grandes nomes para criar essa sinergia interessante”, comentou o diretor cruzeirense.

Entre os novos valores, destacam-se os jovens Everton Ribeiro e Ricardo Goulart e atletas criados na base, como Vinicius Araújo, Mayke, Lucas Silva e Alisson. A união das promessas com nomes famosos e experientes, como Dedé, Fábio, Dagoberto, Borges e Julio Baptista, é um dos segredos do sucesso atual desse novo Cruzeiro.

Para se ter uma ideia da reformulação no elenco, apenas dois jogadores que foram titulares na última partida do Brasileiro de 2012 - derrota por 3 a 2 para o Atlético-MG - seguem entre os 11: o goleiro Fábio e o lateral-direito Ceará.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia