São Paulo vence o rival Palmeiras e continua perseguição ao Cruzeiro

Tricolor sonha com título; Verdão não consegue se distanciar da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro

Por fabio.klotz

São Paulo - O São Paulo não desiste e continua a perseguição ao líder Cruzeiro. A ordem é brigar pelo título do Campeonato Brasileiro até o fim. A esperança continua, sobretudo após a vitória sobre o Palmeiras, neste domingo, no Morumbi, por 2 a 0.

Luis Fabiano abriu o caminho para a vitória do São PauloDivulgação

Agora, o São Paulo tem 66 pontos, quatro a menos do que o Cruzeiro. Porém, tem um jogo a mais em relação ao rival. O Tricolor volta a campo pelo Brasileiro apenas no domingo e tem mais um clássico pela frente: enfrenta o Santos, às 17h, na Arena Pantanal.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Brasileiro

O Palmeiras ainda convive com o fantasma da zona de rebaixamento. O Verdão permanece com 39 pontos, três a mais do que a Chapecoense, primeiro clube no Z-4. Na próxima rodada, nesta quarta-feira, o Alviverde recebe o Sport, às 22h, na estreia da casa: no Allianz Parque.

VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação do Campeonato Brasileiro

O São Paulo teve maior posse de bola no início do jogo. E não demorou a ter o controle do clássico. Após cruzamento de Michel Bastos, Alan Kardec obrigou Fernando Prass a salvar o Palmeiras. O goleiro, porém, nada pôde fazer logo depois. Hudson mandou para área, a zaga hesitou e permitiu o chute de primeira de Luis Fabiano: 1 a 0.

O Palmeiras encontrava dificuldade para criar. Numa rara oportunidade, Henrique desviou, mas parou em Rogério Ceni. O Verdão buscou reagir, mas esbarrava em sua limitação. O técnico Dorival Júnior ainda foi expulso.

O São Paulo administrava o jogo e conseguiu chegar ao segundo gol. Após cobrança de escanteio, Edson Silva desviou e Rafael Toloi emendou de primeira: golaço. Vitória sacramentada.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia