Receoso com segurança, Tite diz que não levaria um parente a São Januário

Técnico do Corinthians foi perguntado sobre a segurança no jogo contra o Vasco que pode valer o título brasileiro à equipe

Por pedro.logato

Rio - A questão da segurança para a partida que pode confirmar o título brasileiro ao Corinthians foi mais uma vez tema de uma entrevista de Tite. A partida contra o Vasco, em São Januário, despertou atenção especial do Ministério Público do Rio de Janeiro e terá um esquema especial da Polícia Militar. As torcidas organizadas dos dois clubes têm histórico de confrontos e a situação do Vasco, que briga contra a queda, aumenta o risco do jogo.

Nesta quarta-feira, véspera do confronto, Tite falou sobre o assunto. E ao ser perguntado se teria coragem de levar um parente seu para São Januário para, eventualmente, comemorar o título, o técnico foi sincero.

Tite tem receio de jogo em São JanuárioAndré Mourão

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Brasileiro

"Não. Eu sinto te responder isso. Falo com nenhuma satisfação. Em todas as áreas temos muita educação a ser melhorada, esporte é uma delas. Parece que no esporte vale tudo e que se justifica a violência fora, a rivalidade e o desrespeito, a falta de fair play, a cusparada, o cinturão para entrar no estádio", disse o técnico, lembrando da recepção que teve da torcida do Atlético-MG em Belo Horizonte.

Para Tite, São Januário o problema não é o local da partida, mas a mentalidade de alguns que vão ao estádio. "Não é local, pode acontecer em todos os locais. É pensamento. É as pessoas darem a devida segurança. Única coisa que peço é que haja esse fator segurança no espetáculo", disse.

"Gostaria que as autoridades tivessem um cuidado muito grande para que todos consigam assistir a um espetáculo bom", completou o técnico.

Vasco e Corinthians se enfrentam às 22h de quinta-feira. Uma vitória garante o título ao time paulista. Se não ganhar, a equipe de Tite será campeã desde que o Atlético-MG não vença o São Paulo no Morumbi. A partida acontece no mesmo horário.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia