Cruzeiro vence Figueirense fora de casa e deixa a zona de rebaixamento

Equipe mineira conseguiu resultado importante em Florianópolis

Por pedro.logato

Santa Catarina - O Figueirense perdeu a primeira no estádio Orlando Scarpelli nesta edição do Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo, o Cruzeiro venceu os catarinenses por 2 a 1, com gols de Henrique e Ábila e escapou, ainda que provisoriamente, da temida zona de rebaixamento. Ferrugem descontou para os donos da casa.

Com a vitória, a equipe mineira saltou duas posições, e ocupa temporariamente a 16ª colocação, com 23 pontos. O Cruzeiro poderá voltar à zona da degola se o Vitória vencer ou empatar com o Corinthians, no complemento da rodada, nesta segunda-feira, no Itaquerão. Já o Figueirense afundou para a 18ª posição, com 21 pontos.

Tentando se reerguer no campeonato, sob o comando do técnico Mano Menezes, o time visitante abriu o placar em jogada despretensiosa logo aos 3 minutos de jogo. Robinho cobrou falta quase no meio-campo, Manoel desviou de cabeça e Henrique se esticou para tocar para as redes.

A resposta dos donos da casa viria aos 12 minutos, em falta pelo lado esquerdo. Dodô cobrou na cabeça de Rafael Moura, que acertou a trave do goleiro Lucas França, substituto de Fábio, que está lesionado e só volta a jogar no ano que vem. Na sobra, Carlos Alberto testou para o gol, mas o zagueiro Bruno Rodrigo tirou em cima da linha.

O Cruzeiro quase ampliou a vantagem aos 35 minutos. Robinho levantou novamente na área e Arrascaeta toca por cima do goleiro, acertando o travessão.

Se no primeiro tempo, os mineiros abriram o placar aos 3 minutos Na segunda etapa o time de Mano Menezes precisou só de 120 segundos para fazer o segundo. Robinho chutou cruzado, Bruno Alves desviou, mas a bola voltou para o meia, que acertou a trave. Na sobra, Ábila deixou o dele.

Para piorar a situação, os comandados de Argel Fucks ficariam com um a menos, aos 16 minutos, depois que Carlos Alberto parou Rafael Sobis com falta em um contra-ataque cruzeirense. Insatisfeita, a torcida passou a vaiar, com gritos de "vergonha, vergonha, time sem vergonha".

A pressão das arquibancadas deu um fôlego para o time, que chegou a diminuir a conta, com Ferrugem, aos 42 minutos, após bobeada da defesa mineira. Mas a reação parou aí e os pontos foram para Minas Gerais.

As duas equipes terão uma semana de trabalho até a próxima rodada do Brasileirão. O Figueirense joga na Vila Belmiro, contra o Santos, às 11h de domingo. O Cruzeiro manda a partida no Mineirão contra o Santa Cruz, no mesmo dia e horário.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia