Vasco e Fluminense fazem clássico com clima de recomeço

Mal na tabela, equipes buscam dias melhores no Brasileiro após problemas financeiros e políticos antes da paralisação para a Copa do Mundo

Por

Fluminense e Vasco se enfrentam nesta quinta
Fluminense e Vasco se enfrentam nesta quinta -

Rio - Cariocas em pior posição na tabela do Brasileiro, Vasco e Fluminense retomam nesta quinta-feira, às 19h30, em São Januário, a busca por dias melhores. Passado um primeiro semestre conturbado, com problemas financeiros e políticos, os dois clubes tiveram um mês de paralisação da Copa do Mundo para se reencontrar em campo e fora dele. A meta dos rivais é buscar uma perspectiva melhor para o restante da temporada.

Apesar da eliminação para o Bahia, segunda-feira, pela Copa do Brasil, o Vasco venceu (2 a 0) e ganhou mais confiança, além de ter mostrado nova cara com Jorginho. O treinador chegou no início de junho e comandou o time duas vezes até a paralisação. Durante a Copa, ganhou mais tempo para trabalhar. E chegaram três reforços: Maxi López, Henríquez e Lenon.

Ainda assim, Jorginho teve problemas. Chegou a ficar sem centroavante e testou Evander de 'falso 9' até ter de volta André Ríos, que renovou contrato. Além disso, perdeu Rafael Galhardo, Lenon e Ramon, machucados, e que foram testados como titulares.

NOVO COMANDO

"O Jorginho teve mais tempo para trabalhar. Com Zé Ricardo era jogo em cima de jogo. Ficamos uma semana em Pinheiral, conseguimos assimilar bem o que ele quer. Agora é dar sequência", disse Giovanni Augusto, que aproveitou o tempo para se recuperar de uma sequência de lesões musculares.

Pelo lado do Fluminense, Marcelo Oliveira fará sua estreia. Com tempo para treinar, ele mudou o esquema (do 3-5-2 para o 4-4-2), trocou jogadores (entram Digão e Airton, saem Renato Chaves e Richard), perdeu Douglas, que vai para o Corinthians, e não terá Gilberto hoje, machucado. O novo treinador também tenta implementar uma nova filosofia e pediu que os jogadores se concentrem um dia antes dos jogos no Rio, o que não acontecia com Abelão.

Ao pegar uma equipe que não vence há cinco rodadas, Marcelo Oliveira ganhou três reforços, mas apenas Digão jogará hoje. Luciano, que não foi regularizado, e Junior Dutra ainda precisarão de mais tempo: "Nós temos a base do trabalho anterior, feito por um dos melhores técnicos do Brasil, que é o Abel. Pouco a pouco vamos colocando o que achamos importante. A parada da Copa foi muito boa para conhecer os atletas, para criar um vínculo de equipe. Foi ótimo".

Comentários

Últimas de Brasileirão