Técnico da Argentina desabafa após derrota: 'Nós deveríamos ter ido à final'

Hermanos, no sábado, disputam o terceiro lugar

Por Lance

Lionel Scaloni
Lionel Scaloni -
Minas - Técnico da Argentina, Lionel Scaloni não gostou do resultado da semifinal da Copa América diante do Brasil, na noite desta terça-feira, no Mineirão. Os hermanos foram derrotados por 2 a 0 e acabaram eliminados da disputa do título, sobrando a briga pelo terceiro lugar. Durante a entrevista coletiva após a partida, ele desabafou, enfatizando que se fosse pelo mérito, os comandados de Tite que deveriam ter sido derrotados.

"No mérito, a seleção que deveria ter se classificado para a final da Copa América era a Argentina. Nesta noite demonstramos que este grupo de jogadores veste a camisa como ninguém mais. Deixamos uma imagem para o futuro desta seleção e um caminho muito bonito para ser seguido. Com consciência de tudo que fizemos nesta partida, seguramente o que vier será positivo", afirmou o treinador, em coletiva, antes de fazer reclamações:

"Na jogada do segundo gol do Brasil, tinha um jogador nosso no chão e ouvimos um apito. Não sou de falar sobre isso, mas não foi boa a arbitragem desta semifinal. A Argentina jogou como uma seleção grande de verdade. Não tenho dúvidas que temos muito a melhorar. Estes jogadores têm presente e futuro na nossa seleção. A Argentina está acima de qualquer jogador e qualquer treinador".

A final da Copa América será disputada às 17h de domingo, no Maracanã. O Brasil espera pelo vencedor da outra semifinal - Chile e Peru duelam na noite desta quarta-feira, na Arena do Grêmio. A Argentina volta a campo no sábado, às 16h, na Arena Corinthians, para a disputa do terceiro lugar - o adversário será o perdedor da semifinal que será disputada no Rio Grande do Sul.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia