Ex-treinador da Argentina detona seleção atual: 'Perdemos para o pior Brasil em 20 anos'

Técnico da última conquista da seleção argentina, a Copa América de 1993, também falou que Firmino, Jesus, Everton e Willian são 'medíocres'

Por Lance

Alfio Basile foi o último treinador campeão pela Argentina, em 1993
Alfio Basile foi o último treinador campeão pela Argentina, em 1993 -
Argentina - Alfio Basile, ex-treinador da seleção argentina e campeão da Copa América em 1991 e 1993 (último título dos hermanos), assina uma coluna na versão online do Clarín nesta quarta-feira em que diz que a equipe dirigida por Lionel Scaloni perdeu para "o pior Brasil dos últimos 20 anos" na semifinal da Copa América.

"Perdemos na melhor partida que fizemos na Copa América. Perdemos injustamente. Perdemos contra o pior Brasil dos últimos 20 anos. Fizeram os dois gols e se meteram todos atrás. Jogou a partida toda no contra-ataque e a Argentina foi à frente durante grande parte do confronto, mas teve má sorte nas definições, ainda que eu sempre digo que temos que ajudar a sorte. Poderíamos ter feito um par de gols. Não conseguimos", escreveu Basile, que publica textos periodicamente no Clarín.
Na opinião dele, os jogadores de ataque do Brasil são medíocres. Os elogios ficaram para os defensores, sobretudo Daniel Alves.

"A Argentina foi claramente superior durante 60 minutos. Todos esses jogadores que eles têm, Firmino, Willian, Everton, Gabriel Jesus... Não apareceram. Para mim são todos jogadores medíocres. O único fenômeno que o Brasil tem é Dani Alves. E a defesa. Os outros três da defesa saem bem e marcam. E Alisson, do Liverpool, que é um goleiraço".

Basile também defendeu a permanência de Scaloni à frente da seleção e escreveu que Messi fez sua melhor partida na Copa América, embora não tenha jogado como "extraterrestre".
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia