Mais Lidas

Colômbia volta à Copa e aposta em artilharia pesada para surpreender

Seleção sul-americana garante classificação após ter ficado fora dos últimos três Mundiais

Por pedro.logato


Rio - Após ficar fora das últimas três edições da Copa do Mundo, a Colômbia garantiu, com facilidade, sua classificação para o Mundial de 2014, no Brasil. Com uma boa campanha na chave única das Eliminatórias da América do Sul, a equipe do técnico argentino José Pekerman teve uma caminhada tranquila para se firmar na próxima Copa. Sem encontrar muitas dificuldades, nem mesmo as derrotas sofridas atrapalharam o retorno colombiano à competição.

Colombia vai para o Mundial do BrasilDivulgação / Fifa

O CARA DA COLÔMBIA

Lá na frente! Vinte e sete anos, uma fase brilhante e o status de craque colombiano. Falcao García é a maior esperança de José Pekerman para o próximo Mundial. O atacante do Monaco vem se destacando no futebol europeu e ainda contou com o posto de 4º melhor do mundo, atrás apenas de Messi, Cristiano Ronaldo e Iniesta.

Além da boa fase, Falcao, agora, terá a difícil missão de escrever uma nova história para a seleção colombiana. Com um passado amargo nas Copas do Mundo, os sul-americanos querem esquecer todo o mau retrospecto para buscar, em solo brasileiro, seu primeiro título Mundial.

HISTÓRIA NAS COPAS

O retrospecto colombiano nas Copas do Mundo é baixo. Com participação apenas nas edições de 1962, 1990, 1994 e 1998, a seleção sul-americana tem como melhor marca um 14º lugar, conquistado em sua primeira participação. No entanto, até mesmo na melhor conquista, a eliminação ocorreu na primeira fase. Para a Copa de 2014, o objetivo principal é deixar para trás os desempenhos negativos e mostrar a volta por cima do futebol colombiano.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia