Por bernardo.argento

Rio - Seja no Fluminense ou na seleção brasileira, Fred jamais fugiu da responsabilidade que um camisa nove tem. Na Copa das Confederações, o atacante mostrou que era o jogador que Luiz Felipe Scolari precisava e não decepcionou.

Fred está confiante no hexaAndré Mourão / Agência O Dia

Garantido pelo treinador na Copa do Mundo, Fred vê uma conjuntura a favor da seleção brasileira para o Mundial e quer usar o amistoso desta quarta-feira contra a África do Sul para se mostrar recuperado das lesões de 2013.

“A comissão técnica fez os jogadores entenderem o que é vestir essa camisa, fez entender o que seria a Copa das Confederações e a Copa do Mundo no nosso país. E conseguiu passar isso para o povo também. E quando junta torcedor e jogador, fica bom. Vai ser difícil perder esse título”, garantiu Fred na chegada. O atacante admitiu que estava com saudades de vestir a camisa verde e amarela.

“Faz muito tempo que não jogo pela Seleção. Fiquei um tempo machucado, mas o trabalho que eu fiz desde as minhas férias vai ser recompensado. Estou me dedicando muito no clube e aqui não vai ser diferente. Os títulos e os gols vão aparecer também”, finalizou o jogador.

Julio Cesar se diz aliviado

Titular da Seleção e melhor goleiro da Copa das Confederações, Julio Cesar não conseguiu jogar no Queens Park Rangers, da Inglaterra, e está feliz com a mudança para o Toronto.

“Tinha chegado no meu limite.Precisava ajudar a comissão técnica e jogar. Estava sentido falta de ritmo de jogo”, admitiu o goleiro que pouco sabe da nova casa:

“De Toronto, conheci só neve e o hotel. A estrutura do clube é muito boa. Vai ser muito bom poder voltar a jogar”.

Você pode gostar