Mais Lidas

Carrasco do Brasil em 1950, Ghiggia não é convidado para abertura da Copa

Ex-jogador da seleção do Uruguai diz que não tem ingressos para a partida e cutuca organizadores da Fifa

Por rodrigo.hang

Uruguai - Alcides Ghiggia, autor do gol que garantiu ao Uruguai uma vitória por 2 a 1 sobre o Brasil na final da Copa do Mundo de 1950, o chamado Maracanazo, não vai poder acompanhar a partida de abertura do Mundial de 2014 porque não foi convidado pela Fifa nem recebeu ingresso, disse ele nesta quarta-feira.

Ghiggia reclama por não ter recebido ingresso para o jogo de estreia da Copa do MundoEfe

"Não vou ao jogo porque não tenho ingresso", disse Ghiggia, de 87 anos, a repórteres, referindo-se à partida inaugural entre Brasil e Croácia, em São Paulo, na quinta-feira.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

Ghiggia, último sobrevivente do time que conquistou o segundo título mundial do Uruguai, foi convidado especial do sorteio dos grupos do Mundial, em dezembro, na Bahia, mas disse ter sido deixado de lado para o jogo de abertura da Copa do Mundo.

"Essa é a primeira vez que isso aconteceu. Eu estive na Alemanha (para a Copa do Mundo de 2006), África do Sul (2010), estive no sorteio na Bahia e eles sempre me trataram bem. Deve ser um funcionário da Fifa que não sabe o que está fazendo", cutucou ele.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia