Mais Lidas

Treino é um artigo de luxo na seleção

Às vésperas de encarar a Alemanha na semifinal da Copa, Felipão não testa o substituto de Neymar

Por rafael.arantes

Rio - Luiz Felipe Scolari recriou a ‘filosofia’ de Romário. Na nova versão, o treino também é dispensável, mas não porque todos já têm a consciência de como atuar. Felipão, na verdade, parece não saber o que fazer. Neste domingo, antevéspera da semifinal, o treinador perdeu a chance de testar alternativas a Neymar. Agora, terá apenas a atividade desta segunda para definir quem será o substituto do camisa 10, contra a Alemanha, terça, no Mineirão.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da seleção brasileira na Copa do Mundo

Para piorar, Felipão em nenhum momento da preparação para a Copa do Mundo experimentou qualquer variação tática sem seu principal jogador. Willian, Bernard e Ramires são os mais cotados para assumir tal responsabilidade. Os três participaram, neste domingo, de mais um jogo-treino dos reservas contra o sub-20 do Fluminense.

Alguns titulares marcaram presença no banco de reservas para acompanhar parte final do treino dos reservasDivulgação

Enquanto isso, os titulares, que na véspera já haviam feito um trabalho de recuperação muscular, ontem, novamente ficaram na academia. Depois, desceram para o campo, mas apenas bateram uma animada altinha, antes de assistir ao final da vitória do time B por 3 a 0 sobre os meninos tricolores.

Bernard e Ramires deixaram suas marcas. Dante, substituto de Thiago Silva, também fez um. Se o substituto de Neymar não terá tempo para se entrosar com o time, os candidatos se mostram afinados no discurso.

“O Felipão tem que escolher o melhor para a Seleção. Caso não seja eu, tenho que ter tranquilidade para passar por cima disso. Quem for escolhido viverá um momento especial. Tem que saber da responsabilidade de estar jogando uma semifinal, de estar vestindo essa camisa. Vai ter que dar o máximo, se preparar bem para conseguir o objetivo. Todos pensam de uma maneira só”, disse Bernard.

“Não passava pela minha cabeça que isso fosse acontecer (Neymar se machucar), mas a gente está pronto. Nunca joguei de titular na Seleção. Estrear na semifinal seria incrível. Estou tranquilo e preparado para o que o professor precisar”, afirmou Willian.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia