Mais Lidas

Felipão perde dupla de zaga invicta e recorre à parceria da sua primeira derrota

Dante e David Luiz fizeram apenas dois jogos inteiros desde que Felipão assumiu o comando

Por pedro.logato

Rio - Thiago Silva e David Luiz jogaram 26 partidas juntos pela seleção brasileira e nunca perderam. Foram 21 vitórias e cinco empates. Mas, exatamente contra a Alemanha, numa semifinal de Copa do Mundo, a dupla formada por dois dos três zagueiros mais caros da história não poderá atuar. Thiago está suspenso, e no seu lugar entrará Dante.

Dante e David Luiz jogaram juntos na seleção apenas oito vezes. A primeira foi na estreia de Luiz Felipe Scolari em fevereiro de 2013, na derrota por 2 a 1 para a Inglaterra em Wembley. A dupla esteve em campo por 79 minutos naquele jogo até a troca de David por Miranda.

David Luiz e Dante vão forma dupla de zaga contra a AlemanhaAndré Mourão / Agência O Dia

Os únicos dois jogos em que Dante e David Luiz jogaram 90 minutos inteiros foram nos amistosos contra a Itália, em março de 2013, empate por 2 a 2 em Genebra, e na vitória por 2 a 0 sobre a Coreia do Sul, em Seul, em outubro do ano passado.

LEIA MAIS: A tabela e a classificação da Copa do Mundo

A partida mais recente feita pelos dois foi no início de junho, em Goiânia, no penúltimo jogo antes da Copa do Mundo. Thiago Silva foi poupado e Dante entrou contra o Panamá. Os dois jogaram por 70 minutos até David ser substituído por Henrique. O Brasil venceu por 4 a 0.

“Estou me preparando bem. Mesmo sem ter jogado até agora, mas aí chega uma semifinal contra a Alemanha e a gente está aqui para assumir a missão, assumir a responsabilidade”, disse Dante depois da partida contra a Colômbia na sexta-feira.

Os outros jogos em que David e Dante estiveram juntos em campo foram todos em 2013. À exceção de Brasil 5 a 0 Honduras, em que jogaram por 72 minutos, todas outras partidas somam poucos minutos. Dante entrou no acréscimos contra França e Uruguai, em junho, e jogou com David por 16 minutos contra o Chile em novembro.

Para o goleiro Julio Cesar não há nenhuma perda na entrada de Dante, apesar da confiança que tem nos dois titulares. “Falar do Thiago e do David é muito fácil. Tanto que o presidente do PSG contratou o David agora. São dois gigantes, dois monstros, dois jogadores que todos goleiros gostariam de ter ali na frente. E agora vai entrar uma outra torre forte também. Nada melhor do que uma torre como o Dante, que é um jogador que conhece muito bem o futebol alemão, os jogadores da Alemanha, então parece que nada é por acaso”, disse o goleiro.


Reportagem de Bruno Winckler

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia