Mais Lidas

Surpresas nada positivas para Van Gaal

Sem De Jong, técnico pode perder Vlaar e não escalar três zagueiros

Por pedro.logato

São Paulo - Seis dias depois de perder o volante De Jong, que sofreu uma lesão na virilha e foi cortado da Copa, a seleção da Holanda pode ter um novo problema. Às vésperas do confronto decisivo com a Argentina, em São Paulo, que vale uma vaga para a final da Copa do Mundo, o zagueiro Vlaar deixou o hotel no Rio de Janeiro rumo à capital paulista mancando e com uma indiscreta proteção no joelho esquerdo.

Van Gaal talvez tenha que mudar o esquema táticoReuters

O camisa 2 holandês jogou durante os 120 minutos do disputado duelo com a Costa Rica, pelas quartas de final, no sábado. E, desde então, tem se queixado de dores no local. Caso Vlaar não tenha condições de enfrentar Messi & Cia., o técnico Louis Van Gaal deve optar por escalar o lateral-direito Janmaat, que jogou como zagueiro durante os três jogos da fase de grupos do Mundial.

LEIA MAIS: A tabela e a classificação da Copa do Mundo

Conhecido por surpreender com táticas e escalações, Van Gaal comandou, ontem, um treino fechado no Pacaembu e há quem aposte que ele pode abandonar o esquema com três zagueiros para adotar uma nova postura contra os argentinos.

Golaço de Van Persie vira moeda

Para homenagear à campanha da seleção na Copa do Mundo, a Holanda criou um moeda comemorativa. A peça traz em uma face o brasão da seleção holandesa e, na outra, eterniza o golaço de cabeça de Van Persie, na vitória sobre a Espanha, por 5 a 1, na Fonte Nova, na estreia do Mundial. 

Segundo o site de notícias holandês ‘AD.nl’, foi fabricado um montante de seis mil moedas, todas já vendidas a colecionadores ao preço de 9,95 euros (cerca de R$ 30 reais).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia