Rússia - No esperado duelo entre badalados atacantes, coube ao zagueiro Giménez garantir a vitória do Uruguai por 1 a 0 sobre o Egito no fim. A esperança de muitos gols no duelo foi destruída pela ausência de Salah, que não saiu do banco de reservas, pela péssima atuação de Suárez, desperdiçando três ótimas chances,  e pela ótima atuação de El Shenawy, que parou Cavani, mas nada pôde fazer na cabeçada do zagueiro, na Arena Ecaterimburgo. Foi a primeira vitória dos uruguaios numa estreia de Copa desde 1970 e agora eles dividem a liderança com a Rússia do Grupo A da Copa do Mundo.

Confira galeria de fotos do jogo

A expectativa de ver Salah em campo desde o início não se concretizou. Poupado por causa da lesão no ombro esquerdo, o atacante viu do banco o Egito fazer um primeiro tempo seguro e equilibrado contra o favorito Uruguai (seu reserva, Warda foi bem participativo). Só faltou a qualidade do jogador do Liverpool para os egípcios terem mais força ofensiva: a única chance da equipe foi um chute de Trezeguet que Muslera defendeu sem muita dificuld2000/svg" xmlns:xlink="http://www.w3.org/1999/xlink" x="0px" y="0px" viewBox="0 0 492.004 492.004" style="enable-background:new 0 0 492.004 492.004;" xml:space="preserve">

Publicidade

Com gol no fim de Giménez, Uruguai vence o Egito

Enquanto Salah não sai do banco, Suárez perde chances incríveis e zagueiro salva uruguaios