Sampaoli sai em defesa de Messi: '40 milhões de argentinos erraram o pênalti'

Treinador falou sobre críticas que craque recebeu após empate na estreia da Copa do Mundo

Por O Dia

Saída de Jorge Sampaoli é dada como certa após a Copa da Rússia
Saída de Jorge Sampaoli é dada como certa após a Copa da Rússia -

Argentina - O técnico da Argentina Jorge Sampaoli não aceita que seja de um jogador só a responsabilidade pelo empate por 1 a 1 contra a Islândia, no último sábado, em Moscou. Por conta disso, o comandante saiu em defesa de Lionel Messi, que perdeu uma penalidade no duelo.

"Messi assumiu uma responsabilidade que não é dele. É um Mundial de 40 milhões de argentinos. Todos nós erramos o pênalti. Temos certeza de que viemos aqui para fazer algo, vamos nos certificar que não viemos disputar o torneio em vão", afirmou o técnico em coletiva de imprensa.

Além de considerar exagerada a pressão sobre o jogador do Barcelona, O técnico também discorda das comparações feitas entre Messi e Diego Armando Maradona, campeão mundial com a Argentina em 1986.

Leo é um herói para a Argentina, como foi Maradona. Os contextos são diferentes", disse Sampaoli, que prepara a seleção para enfrentar a Croácia, às 15 horas (de Brasília) desta quinta-feira, em Nijni Novgorod.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia