Japão e Senegal fazem bom jogo e ficam no empate em 2 a 2

Africanos ficaram duas vezes na frente no placar, mas não conseguiram manter a vantagem

Por O Dia

Japão e Senegal se enfrentaram em jogo animado
Japão e Senegal se enfrentaram em jogo animado -

Ecaterimburgo - Com a liderança do Grupo H em jogo, Japão e Senegal chegaram com moral para o duelo na Arena Ecaterimburgo, após desbancarem os favoritos Colômbia e Polônia na estreia da Copa do Mundo. O empate de 2 a 2, neste domingo, coroou o domínio das duas seleções em cada tempo. Com o resultado, os japoneses, que somam os mesmos quatro pontos de Senegal, lideram no critério de desempate dos cartões amarelos.

Confira a tabela do Mundial

A preocupação do técnico Akira Nishino com a imposição física e velocidade de Senegal foi justificada pela implacável blitz do adversário logo nos primeiros minutos. Craque do Liverpool, Mané estava disposto a aprontar. Com movimentação e dribles, o camisa 10 levou a equipe africana à frente. Porém, o gol, aos dez minutos, caiu na conta do goleiro Kawashima. Ao espalmar o chute de Sabaly, a bola bateu em Mané e entrou: 1 a 0. 

Veja as melhores fotos do empate

O golpe não abalou a concentração da seleção japonesa. Disciplinada, se manteve fiel ao próprio estilo, de movimentação e troca de passes. Não demorou para assumir o domínio de posse de bola. E foi assim que começou a ameaçar o goleiro Khadim N'Diaye. Aos 33 minutos, porém, ele não teve chance de defesa na bela finalização de Inui, após a boa jogada de Nagamoto.

Embalado, o Japão voltou melhor, determinado a vencer o segundo tempo. Todos dispostos a honrar à princesa do país, Isako Takamado, presente na Arena Ecaterimburgo. Shibazaki desperdiçou a chance da virada, cara a cara com o goleiro N'Diaye. Depois foi a vez de Inui lamentar a bola que explodiu no travessão.

Os japoneses dominavam, mas Senegal voltou à frente, aos 25 minutos. Após a boa troca de passes de Mané e Sabaly, Wagué chutou com força, sem chances de defesa a Kawashima. Aos 32 minutos, o empate. Dessa vez, graças à falha do goleiro N'Diaye. Honda, que entrara no segundo tempo, só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

FICHA TÉCNICA

Local: Arena Ecaterimburgo, em Ecaterimburgo (Rússia)

JAPÃO: Kawashima, Sakai, Yoshida, Shoji e Nagamoto; Hasebe, Shibasaki, Haraguchi (Okazaki), Kagawa (Honda) e Inui (Usami); Osako. Técnico: Akira Nishino

SENEGAL: Khadim N'Diaye, Wagué, Koulibaly, Sané e Sabaly; Ndiaye (N'Doye), Alfred N'Diaye (Kouyaté) e Gueye; Sarr, Niang (Diouf) e Mané. Técnico: Aliou Cisse

Árbitro: Gianluca Rocchi (Itália)

Cartões amarelos: Inui e Hasebe (Japão); Niang, Sabaly e N'Doye (Senegal)

Gols: Mané (10 minutos do primeiro tempo) e Inui (33 minutos). Wagué (25 minutos do segundo tempo) e Honda (32 minutos)

Público: 32.572