Fagner se mostra satisfeito, mas diz que Brasil tem 'margem para melhorar'

Lateral foi elogiado pela boa atuação na vitória do Brasil sobre a Costa Rica

Por AFP

Com Danilo vetado, Fagner fez sua estreia no Mundial
Com Danilo vetado, Fagner fez sua estreia no Mundial -

Rússia - Elogiado pela boa atuação na vitória do Brasil sobre a Costa Rica, partida que marcou sua estreia em Copas do Mundo, Fagner se mostrou satisfeito com o desempenho da Seleção na Rússia, mas acredita que há 'margem para melhorar', em entrevista coletiva deste domingo, em Sochi.

Para Fagner, as críticas que o Brasil recebeu após as duas primeiras rodadas na Copa do Mundo da Rússia, um empate com a Suíça e uma vitória nos acréscimos sobre a Costa Rica, devem-se ao ótimo desempenho apresentado nas eliminatórias sul-americanas e nos amistosos.

"A pressão existe por tudo o que fizemos lá atrás. Estamos satisfeitos com o desempenho e sabemos que existe margem para melhorar. Sabemos que no decorrer da competição vamos melhorando", garantiu.

Se o Brasil sofre com críticas, Fagner vive situação oposta. O lateral-direito do Corinthians soube que faria sua estreia em Copa do Mundo na véspera do duelo com os costarriquenhos, após lesão de última hora do titular Danilo, e teve atuação segura.

"Procurei fazer o que estou acostumado, fazendo o básico e ganhando confiança aos poucos. Fiquei feliz com a atuação. A tendência é ir melhorando", analisou.

Mas, para o lateral do Corinthians, o simples fato de ter entrado em campo foi uma vitória.

Lesionado com gravidade no joelho em abril, Fagner não sabia se teria condições físicas de ser convocado por Tite. Muito menos jogar uma Copa do Mundo.

"Duas semanas antes da convocação eu tive uma lesão. Fiquei na dúvida, não sabia se estaria aqui. Me senti muito emocionado e feliz por ter jogado 90 minutos sem problemas. Há 54 dias eu corria o risco de não estar na Copa", revelou.